Sem categoria

PROJETO GRÁFICO

eche os olhos e imagine o sertão. Ainda que você jamais tenha pisado no interior do Nordeste, provavelmente vai construir mentalmente um cenário monocromático.

Até que um dia você se depara com a arte de Aldemir Martins, cearense e cidadão do mundo, e descobre um sertão pontilhado de cores primárias, vibrante, quente e colorido. A lente multicor com a qual Aldemir compartilha a sua forma de enxergar a vida expressa a energia e a vitalidade que marcam sua trajetória.

Ícone do figurativismo, Aldemir produziu centenas de obras por meio de uma multiplicidade de técnicas, deixando a sua inconfundível marca em desenhos, pinturas, ilustrações, xilogravuras, esculturas, ourivesarias, cenografias e vinhetas para TV.

Os tons que predominam em suas obras têm o calor da acolhida nordestina, transmitem a vivacidade e a potência do Ceará. “Vibrei, como vibro sempre, com o meu Ceará e o calor da gente nordestina que me aquece a cada dia”, declarou sobre a sua origem. Ele dizia existir em seu ateliê um Ceará dentro de São Paulo, povoado por sertanejos, rendeiras, gatos, pescadores, galos e outros tantos elementos.

A intensa e variada paleta de cores usada pelo artista inspirou as escolhas adotadas neste Anuário. Na capa, a Gabriela na Rede convida o leitor para se embalar em uma leitura capaz de transformar o olhar sobre o Ceará, assim como faz Aldemir a partir da arte.

Meus agradecimentos à equipe que transformou dedicação e experiência nessa importante publicação: os editores Jocélio Leal e Joelma Leal, o editor-adjunto e coordena- dor de design, Alessandro Muratore, e os designers Alice Muratore, Mariana Araujo, Miqueias Mesquita, Luciana Pimenta, Welton Travassos e Robson Pires.