Anuário Datafolha Top Mind 2021-2022

Pesquisa Exclusiva

LABORATÓRIO DE ANÁLISE CLÍNICA

Pela segunda vez consecutiva a pesquisa Anuário Datafolha Top of Mind traz a categoria Laboratório de Análise Clínica. Assim como na edição anterior, 2020-2021, o laboratório Emilio Ribas segue como vencedor, ao obter em 2021- 2022 um total de 14,9% das lembranças. No levantamento anterior a porcentagem foi 14,5%.

O laboratório obteve resultados ainda maiores entre os entrevistados da faixa etária acima de 41 anos (21,5%), entre os escolarizados com ensino superior (26,8%) e entre os respondentes das classes A e B (28,9%).

O reconhecimento, de acordo com a marca, está ligado à excelência e à confiabilidade pelo trabalho de mais de quatro décadas, desde 1979. “Atribuímos o nosso bom resultado à excelência técnica, investimento em tecnologia de ponta e atendimento centrado no cliente”, aponta a diretora médica do Emilio Ribas Medicina Diagnóstica, Rachel Petrola.

O laboratório possui 16 unidades distribuídas em Fortaleza e na Região Metropolitana. Para a médica-diretora, o contínuo aperfeiçoamento e o aprimoramento técnico dos profissionais promovem a qualidade dos serviços.

“Com todos esses pilares, consolidamos a nossa história de compromisso buscando e oferecendo o que há de melhor em medicina diagnóstica laboratorial e de imagem. Ficamos felizes de conquistar o reconhecimento por nosso trabalho pelo segundo ano consecutivo, o que nos motiva a crescer e avançar sempre mais”, destaca.

Segundo ela, o relacionamento com a sociedade é feito por meio do site institucional, mídias digitais, além de um canal de atendimento via WhatsApp, somado à presença audiovisual no YouTube e ao conteúdo especializado no LinkedIn. De acordo com a empresa, a comunicação faz parte da cultura de valores e missão.

Além da comunicação direcionada ao público, a clínica realiza webinars (seminário on-line) voltados para médicos e especialistas da área da saúde com o objetivo de atualizar informações e conhecimento.

Os demais laboratórios lembrados foram: Pasteur (7,8%), Clementino Fraga (7,3%), Unimed (2,8%), Linus Pauling (2,7%), Hapvida (2,1%), entre outros menos citados. O laboratório Pasteur pertence à multinacional Dasa, desde 2006.

O índice dos que não souberam citar nenhuma marca de laboratório de análise clínica oscilou negativamente, passando de 41,9%, em 2020, para 34,3%.