Ceará da Cultura

Mestres da Cultura do Ceará

MESTRES DA CULTURA DO CEARÁ

Lançado junto com a diplomação e titulação dos Mestres da Cultura, o edital dos “Tesouros Vivos da Cultura” contempla a seleção e a titulação de Mestres ou Mestras da Cultura, grupos e coletividade como Tesouros Vivos da Cultura do Estado do Ceará.

O edital é parte da política cultural da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) voltada ao patrimônio imaterial, que visa contribuir para o reconhecimento, a proteção e a valorização da diversidade dos conhecimentos, fazeres e expressões das culturas populares e tradicionais no Ceará, por meio da titulação dos “Tesouros Vivos da Cultura”, com vistas à preservação da memória cultural e transmissão de seus saberes e fazeres artísticos e culturais.

Os Mestres da Cultura do Ceará são reconhecidos pelas leis 13.351/2003 e 13.842/2006 que instituem o registro dos Tesouros Vivos da cultura tradicional popular. Por meio de seleção pública, os mestres agraciados passam a receber um auxílio financeiro vitalício, e os grupos tradicionais recebem apoios para suas atividades.

A partir de 2016, com a Lei 16.026 que institui o Plano Estadual de Cultura, foi estabelecido um processo de qualificação dos Tesouros Vivos no âmbito da política de patrimônio cultural, passando pela meta de ampliação dos beneficiados e pela qualificação dos processos de transmissão e difusão de suas artes e ofícios.

A Universidade Estadual do Ceará (Uece), em uma ação inédita no Brasil, diplomou em 2016 todos os mestres certificados pela Secult-CE com o título de Notório Saber em Cultura Popular. O título permite que os mestres possam lecionar em escolas de ensino fundamental, médio e superior dando aulas espetáculos, oficinas, cursos e disciplinas.

No âmbito do Programa Escolas da Cultura há o projeto “Escolas com os Mestres” com ciclos nas universidades e com aulas nas Escolas de Tempo Integral do Ensino Médio em parceria com a Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc-CE).

Em 2017, o governador Camilo Santana (PT) sancionou a lei que amplia o número de mestres da cultura de 60 para 80 beneficiados.

Abaixo, as definições de cada um, de acordo com o edital:

Pessoa natural: mestre(a) da cultura tradicional popular, pessoa que detém um conhecimento ancestral recebido do meio familiar e/ou de prática de convivência no grupo ancestral que manteve/mantém o saber/fazer; tem grande experiência e capacidade de transmitir estes conhecimentos e as técnicas necessárias para a produção, difusão e preservação de uma expressão tradicional popular. Tem seu trabalho reconhecido pelos agentes da manifestação cultural que representa, pela comunidade onde vive, como também por outros setores culturais, constituindo importante referencial da cultura tradicional popular no Ceará.

Grupo: agrupamento que possui legado ancestral na prática de um saber/fazer, formado espontaneamente por membros de uma comunidade que se envolvem diretamente com uma expressão cultural tradicional popular. É dotado de conhecimentos e técnicas de atividades culturais, com elevado grau de maestria na produção, preservação e transmissão de um saber e/ou fazer tradicional, constituindo importante referencial da cultura tradicional popular no Ceará.

Coletividade: comunidade e/ou associação de pessoas que é dotada de conhecimentos e técnicas de atividades culturais, com elevado grau de maestria na produção, preservação e transmissão de um saber e/ou fazer tradicional, constituindo importante referencial da cultura tradicional popular no Ceará.

  • MESTRES DA CULTURA 2004

    FRANCISCO PEDROSA DE SOUZA (MESTRE PANTECA) (†)

    Data de nascimento: 8/4/1933
    Tradição: boi-bumbá
    Cidade: Sobral (CE)
    Foi um dos pioneiros mais animados da cultura popular em Sobral, um brincante do Boi Folguedo. Dedicou 40 anos de sua vida à arte e estava presente em todas as apresentações do seu grupo O Boi Ideal. Faleceu em 2006, mas seus descendentes continuam mantendo a tradição.

    JOAQUIM MULATO DE SOUSA (MESTRE JOAQUIM MULATO) (†)

    Data de nascimento: 3/2/1920
    Tradição: penitências
    Cidade: Barbalha (CE)
    Ainda menino, ficou encantado com um grupo de penitentes. Anos depois, pediu permissão para fazer parte do grupo. Liderou os penitentes de Barbalha e ficou conhecido por dois nomes: Mestre Biro e Mestre Joaquim Mulato. Faleceu em 2009.

    JOAQUIM PESSOA ARAÚJO (MESTRE JUCA DO BALAIO) (†)

    Data de nascimento: 30/1/1928
    Tradição: maracatu
    Cidade: Pacatuba (CE)
    Nascido em Iguatu (CE) e criado no Crato (CE), Joaquim Pessoa Araújo encontrou o maracatu mais tarde, chegando à Capital com a família. Em 1970, depois de anos de instabilidade, Mestre Juca assumiu o maracatu Az de Ouro, que foi campeão de 1971 a 1976 e nunca mais deixou de desfilar. Faleceu em 2006.

    JOSÉ ALDENIR AGUIAR (MESTRE ALDENIR)

    Data de nascimento: 20/8/1933
    Tradição: reisado
    Cidade: Crato (CE)
    Mantém três grupos folclóricos: um masculino, um feminino e um infantil. Ele é um ícone da preservação da cultura do reisado. Em 1997, Mestre Aldenir foi homenageado com a placa e o título honorífico de Mestre do Saber e das Artes do Povo do Cariri, pela Secretaria de Cultura do Crato.

    LÚCIA RODRIGUES DA SILVA (MESTRA LÚCIA PEQUENO)

    Data de nascimento: 24/12/1959
    Tradição: artesanato em cerâmica
    Cidade: Limoeiro do Norte (CE)
    É especialista na fabricação de peças de barro desde os dez anos de idade. A atividade é praticada predominantemente por mulheres de sua comunidade, Córrego de Areia, localidade afastada de Limoeiro do Norte.

    MANOEL ANTÔNIO DA SILVA (MESTRE BIGODE) (†)

    Data de nascimento: 4/7/1923
    Tradição: maneiro-pau e bacamarte
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Reconhecido pela cultura da dança, sendo lembrado também por ser o atirador de bacamarte número 1 do Estado. Integrou um grupo de 12 homens, que interpretava músicas em referência a fatos e personalidades que marcaram a história nordestina, na política (como o cangaço e a Coluna Prestes) e na música (Luiz Gonzaga). Faleceu em 2017.

    MARIA DE LOURDES CÂNDIDO MONTEIRO (MESTRA MARIA CÂNDIDO)

    Data de nascimento: 11/2/1939
    Tradição: artesanato em cerâmica
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Foi reconhecida por seu trabalho artístico com o barro cozido. É casada com João Cândido e com ele teve 11 filhos. A família inteira, incluindo noras e genros, aprendeu a molhar as mãos e modelar. As peças com a marca “Cândido” são reconhecidas em circuitos artísticos e culturais.

    MARIA MARGARIDA DA CONCEIÇÃO (MESTRA MARGARIDA GUERREIRO)

    Data de nascimento: 21/6/1935
    Tradição: reisado
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Natural de Alagoas (AL), ela chegou ao Cariri aos oito anos movida pela fé em Padre Cícero. Havia vivenciado as artes populares na terra natal e, residindo em Juazeiro do Norte, se dedicou ao guerreiro, sequência de cantigas dançadas. Hoje, reside na Casa do Idoso Associação Assistencial José Bezerra de Menezes, em Juazeiro.

    MIGUEL FRANCISCO DA ROCHA (MESTRE MIGUEL) (†)

    Data de nascimento: 14/9/1942
    Tradição: banda cabaçal
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Com mais de 50 anos de atividade, Mestre Miguel, mestre de banda cabaçal, tocava, cantava e dançava. Ele também fabricava seus próprios instrumentos. Apresentou-se em vários estados brasileiros e também no Exterior. Faleceu em 2011.

    RAIMUNDO JOSÉ DA SILVA (MESTRE RAIMUNDO ANICETO)

    Data de nascimento: 14/2/1936
    Tradição: banda cabaçal
    Cidade: Crato (CE)
    É integrante-líder da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, que já percorreu todas as regiões do Brasil e visitou outros países. Os instrumentos são fabricados pelos próprios integrantes do grupo, que foi tombado (âmbito municipal) como Patrimônio Imaterial do Crato.

    RAIMUNDO ZACARIAS (MESTRE DOCA ZACARIAS)

    Data de nascimento: 19/9/1929
    Tradição: congada
    Cidade: Milagres (CE)
    Há aproximadamente sete décadas, dedica-se à atividade da congada. Destaca-se por seu rico acervo folclórico local e por manter viva a história bicentenária do Grupo de Congo do município.

    WALDERÊDO GONÇALVES DE OLIVEIRA (MESTRE WALDERÊDO) (†)

    Data de nascimento: 19/4/1920
    Tradição: xilogravura
    Cidade: Crato (CE)
    É apontado como um dos maiores nomes da xilogravura nacional. Realizou também exposições internacionais. Foi tipógrafo, torneiro mecânico, pintor e eletricista. Faleceu em 2005.

  • MESTRES DA CULTURA 2005

    ANTÔNIO BATISTA DA SILVA (MESTRE PIAUÍ) (†)

    Data de nascimento: 15/9/1939
    Tradição: boi de reisado
    Cidade: Quixeramobim (CE)
    De brincante passou a ser conhecido como mestre do Boi de Antônio Maria Águeda, o “Das Águias”. Tornou-se o principal mestre-de-boi em atividades no município, esforçando-se em manter a tradição e transmiti-la às novas gerações. Era conhecido como Mestre Piauí. Faleceu em março de 2019.

    ANTÔNIO RODRIGUES TRAJANO (MESTRE ANTÔNIO HORTÊNSIO)

    Data de nascimento: 4/7/1928
    Tradição: rabeca
    Cidade: Varjota (CE)
    Aos 15 anos, reconstruiu uma rabeca a partir dos pedaços de outra. Antes do conserto, pediu-a emprestada. Ele contava que, dois dias depois, devolveu-a, já tendo composto um samba e uma marcha, sem que ninguém o tivesse ensinado. Faleceu em maio de 2019.

    DINA MARIA MARTINS LIMA (MESTRA DONA DINA)

    Data de nascimento: 21/8/1954
    Tradição: vaqueira aboiadora
    Cidade: Canindé (CE)
    Mestra Dona Dina, a Rainha dos Vaqueiros, inspirou filmes, cordéis e livros. Fundou, na década de 1980, a Associação dos Vaqueiros e Aboiadores do Sertão Central, entidade que presidiu por seis mandatos. É considerada a maior incentivadora dos costumes e tradições do vaqueiro no Nordeste.

    FRANCISCA RODRIGUES RAMOS DO NASCIMENTO (MESTRA DONA FRANCISCA)

    Data de nascimento: 3/1/1939
    Tradição: artesanato em cerâmica
    Cidade: Viçosa do Ceará (CE)
    É descendente de indígenas. Herdou a arte de moldar o barro de seus avós e pais, que se utilizam desse saber para fabricar utensílios de uso doméstico.

    FRANCISCO DAS CHAGAS DA COSTA (MESTRE CHICO)

    Data de nascimento: 20/5/1959
    Tradição: bumba meu boi
    Cidade: Limoeiro do Norte (CE)
    Mestre Chico, como é conhecido, começou a brincar de bumba meu boi aos dez anos ao lado do pai, Mestre Zé Nogueira, e do tio. Assumiu o posto de seus familiares e é um profundo conhecedor dessa cultura.

    GERTRUDES FERREIRA DOS SANTOS (MESTRA DONA GERTA) (†)

    Data de nascimento: 3/9/1927
    Tradição: dança da caninha verde
    Cidade: Fortaleza (CE)
    Mantinha e participava da dança da caninha verde. Seu ofício era repassar a música, os figurinos e os significados da dança para um grupo composto por 34 brincantes da comunidade de pescadores do bairro Mucuripe, em Fortaleza. Faleceu em 2014.

    JOSÉ DEMÉTRIO DE ARAÚJO (MESTRE CIRILO)

    Data de nascimento: 13/8/1953
    Tradição: maneiro-pau, dança do coco e dança de São Gonçalo
    Cidade: Crato (CE)
    É um dos ícones da cultura tradicional popular cearense. Além de pertencer a um grupo de maneiro-pau, formado por adultos, mantém um grupo infantil preocupado em transmitir esta herança às novas gerações.

    JOSÉ FRANCISCO ROCHA (MESTRE ZÉ PIO)

    Data de nascimento: 4/12/1946
    Tradição: bumba meu boi
    Cidade: Fortaleza (CE)
    Começou a brincar de boi aos três anos de idade. Mais tarde, passou a ser o índio do Boi Reis de Ouro. Criou o Boi Juventude, na Barra do Ceará, e desenvolve trabalho social com crianças, ensinando a cultura do bumba meu boi.

    JOSÉ PEDRO DE OLIVEIRA (MESTRE ZÉ PEDRO)

    Data de nascimento: 13/6/1929
    Tradição: reisado de couro
    Cidade: Barbalha (CE)
    Um dos responsáveis por manter a tradição do reisado de couro, um dos mais raros tipos de reisados do Nordeste, que se encontra no sítio Barro Vermelho, em Barbalha.

    MARIA ALVES DE PAIVA (MESTRA DONA BRANCA)

    Data de nascimento: 17/7/1941
    Tradição: artesanato em cerâmica
    Cidade: Ipu (CE)
    Começou a fazer louça de barro aos dez anos com sua avó. No início, seu pai não permitia que a filha trabalhasse, no entanto, com o tempo, ele mesmo passou a vender os produtos fabricados por ela na feira do Ipu.

    MARIA EDITE FERREIRA MENESES (MESTRA DONA EDITE)

    Data de nascimento: 19/3/1952
    Tradição: artesanato de rede de travessa
    Cidade: São Luís do Curu (CE)
    Foi iniciada na arte aos 14 anos por sua tia, seguindo a tradição de seus ancestrais, os indígenas tremembés de São Luís do Curu. Produzindo redes, totalmente artesanais, já ensinou o ofício aos filhos.

    ZILDA EDUARDO DO NASCIMENTO (MESTRA DONA ZILDA)

    Data de nascimento: 2/4/1927
    Tradição: dramas
    Cidade: Guaramiranga (CE)
    Compõe desde a infância e, segundo ela, já fez drama por encomenda para alegrar festas de igreja e acontecimentos cívicos e políticos. Inspirou a fundação do primeiro grupo de teatro de Guaramiranga, o Cangalha.

  • MESTRES DA CULTURA 2006

    ANTÔNIO PINTO FERNANDES (MESTRE ANTÔNIO)

    Data de nascimento: 12/5/1924
    Tradição: luthier de rabecas
    Cidade: Aurora (CE)
    Fez sua primeira rabeca ainda criança. Sua arte possui influências vindas de Minas Gerais, terra em que viveu por anos. Produz rabecas de rica sonoridade bem-acabadas.

    GILBERTO FERREIRA DE ARAÚJO (MESTRE GILBERTO CALUNGUEIRO)

    Data de nascimento: 6/10/1942
    Tradição: teatro de bonecos
    Cidade: Icapuí (CE)
    É apaixonado pelo trabalho do teatro de bonecos. É um dos veteranos do segmento e responsável pelo entretenimento de sua comunidade.

    JOÃO EVANGELISTA DOS SANTOS (MESTRE JOÃO MOCÓ) (†)

    Data de nascimento: 27/12/1931
    Tradição: bumba meu boi
    Cidade: Granja (CE)
    Começou a dançar bumba meu boi aos 14 anos. Tornou-se o primeiro mestre de seu grupo em 1970. Foi reconhecido por preservar e transmitir esta manifestação artística em sua comunidade e arredores. Faleceu em 2017.

    JOAQUIM PEREIRA LIMA (MESTRE JOAQUIM DE COTA) (†)

    Data de nascimento: 8/7/1917
    Tradição: artesanato em couro
    Cidade: Assaré (CE)
    Confeccionava objetos utilizados pelo vaqueiro nordestino, como sandálias, chapéus, chicotes e gibões. Foi reconhecido como possuidor de um saber sertanejo que remetia à autêntica cultura nordestina. Faleceu em 2012.

    JOSÉ MATIAS DA SILVA (MESTRE ZÉ MATIAS) (†)

    Data de nascimento: 15/9/1925
    Tradição: reisado
    Cidade: Caririaçu (CE)
    Agricultor, praticava a dança do reisado nos grandes eventos da região. Segundo o próprio Mestre Zé Matias, como era conhecido, estas apresentações em público eram momentos de extrema alegria e realização pessoal. Faleceu em 2015.

    JOSÉ PEREIRA DE OLIVEIRA (MESTRE SEU OLIVEIRA) (†)

    Data de nascimento: 25/9/1925
    Tradição: artesanato de miniaturas de jangadas
    Cidade: Aquiraz (CE)
    Foi um exímio artesão nos trabalhos com madeira. Ele confeccionava miniaturas de jangadas com pedaços de madeira. Aos mais jovens, repassou as minúcias e os segredos de seu ofício. Faleceu em 2013.

    JOVINIANO ALVES FEITOSA (MESTRE JOVINIANO) (†)

    Data de nascimento: 6/2/1913
    Tradição: santeiro
    Cidade: Crateús (CE)
    Filho de carpinteiro e neto de santeiro, desenvolveu sua arte vendo o avô esculpir. Suas imagens espelham a religiosidade popular. Elas são famosas pelo acabamento minucioso e cuidado nos gestos e expressões. Faleceu em 2008.

    MANOEL GRACIANO CARDOSO DOS SANTOS (MESTRE GRACIANO) (†)

    Data de nascimento: 18/7/1926
    Tradição: artesanato em madeira
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Foi considerado uma referência na cultura brasileira. São inconfundíveis seus traços e acabamentos em obras arquitetadas a partir de troncos, de onde emanam flores, frutos e bichos. Faleceu em 2014.

    MARIA PEREIRA DA SILVA (MESTRA DONA TATAI) (†)

    Data de nascimento: 8/6/1927
    Tradição: lapinha
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Metade de sua sala de visitas era tomada pelo presépio, herdado de sua mãe, que fundou a Lapinha Santa Clara, em 1912. Carregou consigo o orgulho de coordenar a mais tradicional e antiga lapinha de Juazeiro do Norte. Faleceu em 2010.

    PEDRO ALVES DA SILVA (MESTRE PEDRO BALAEIRO)

    Data de nascimento: 26/12/1926
    Tradição: artesanato com trançado em cipó-de-imbé
    Cidade: Guaramiranga (CE)
    Gosta de ser chamado de “O Homem da Cestinha”. Seus trabalhos são uma referência nacional no trançado de cipó-de-imbé.

    SEBASTIÃO ALVES LOURENÇO (MESTRE SEBASTIÃO CHICUTE) (†)

    Data de nascimento: 24/4/1934
    Tradição: literatura de cordel
    Cidade: Capistrano (CE)
    Dedicou a vida à mestrança das brincadeiras de reisado e aos versos de cordel. Com muito esforço, sem apoio oficial, sempre procurou manter vivas as tradições de sua arte. Faleceu em 2015.

    ZULENE GALDINO SOUSA (MESTRA ZULENE)

    Data de nascimento: 2/3/1949
    Tradição: pastoril, dança do coco e maneiro-pau
    Cidade: Crato (CE)
    É membro fundadora da Fundação do Folclore Mestre Eloi. Desde a infância, já dançava quadrilha junina. Criou no Crato dois grupos: um de crianças e outro de jovens.

  • MESTRES DA CULTURA 2007

    ANTÔNIO GOMES DA SILVA (MESTRE TOTONHO)

    Data de nascimento: 13/2/1960
    Tradição: luthieria de violinos
    Cidade: Mauriti (CE)
    É um pequeno agricultor que divide seu tempo entre os trabalhos na roça e a construção de violinos, violoncelos, contrabaixos e violas. O interesse pela arte apareceu após um encontro com o maestro italiano Augusto Lombardi.

    GETÚLIO COLARES PEREIRA (MESTRE GETÚLIO)

    Data de nascimento: 23/3/1929
    Tradição: sineiro
    Cidade: Canindé (CE)
    Os moradores de Canindé conhecem os seus repiques, que estão presentes em músicas e hinos dedicados a São Francisco. Toca o sino em ritmos diferentes para ocasiões especiais. Seu repertório soma 85 toques diferentes.

    JOÃO LUCAS EVANGELISTA (MESTRE LUCAS EVANGELISTA)

    Data de nascimento: 6/5/1937
    Tradição: literatura de cordel e cantoria de viola
    Cidade: Crateús (CE)
    Publicou romances, folhetos e gravou canções e poemas de cordel. Artistas como Frank Aguiar e a banda Mastruz com Leite já interpretaram suas músicas.

    MARIA ASSUNÇÃO GONÇALVES (MESTRA ASSUNÇÃO GONÇALVES) (†)

    Data de nascimento: 1º/7/1916
    Tradição: artesanato e artes plásticas
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Com atividades que incluem artesanato (bordado e renda) e artes plásticas (pintura), foi considerada guardiã da memória. Destacava-se também na culinária como confeiteira. Faleceu em 2013.

    MARIA DE CASTRO FIRMEZA (MESTRA DONA NICE FIRMEZA) (†)

    Data de nascimento: 18/7/1921
    Tradição: bordado e culinária
    Cidade: Fortaleza
    Desenvolvia atividades nas áreas do bordado e da culinária. No bordado, era uma das mais criativas, apresentando um estilo próprio, em desenhos e cores. Professora, ministrava cursos dessas atividades. Faleceu em 2013.

    MARIA JOSÉ INÁCIO (MESTRA DONA MARIA DO HORTO)

    Data de nascimento: 14/6/1944
    Tradição: benditos
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Lavadeira, canta benditos de sua própria autoria. Com uma voz potente, suas composições falam do universo religioso ligado ao Padre Cícero.

    MARIA ODETE MARTINS UCHOA (MESTRA ODETE UCHOA)

    Data de nascimento: 6/1/1946
    Tradição: medicina popular
    Cidade: Canindé (CE)
    Os conhecimentos que Mestra Odete Uchoa tem sobre as plantas medicinais é uma herança de seus antepassados, núcleos indígenas. Desde criança convive com remédios caseiros. Observa e estuda as plantas e métodos de aproveitamento.

    MOISÉS CARDOSO DOS SANTOS (MESTRE MOISÉS)

    Data de nascimento: 26/3/1945
    Tradição: dança do coco
    Cidade: Trairi (CE)
    Herdou a tradicional dança do coco dos seus antepassados indígenas. Os passos, o ritmo e o movimento corporal têm relação com o universo do trabalho rural. Criou uma escolinha para repassar a dança para a comunidade.

    SEBASTIÃO COSME (MESTRE SEBASTIÃO COSME) (†)

    Data de nascimento: 8/12/1940
    Tradição: reisado
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Começou aos nove anos como brincante de reisado e, aos 15, era embaixador. Com 17 anos, formou seu próprio grupo: Reisado de São Sebastião. Vinha se dedicando ao espetáculo, ajudando a manter viva a tradição popular. Faleceu em 2011.

    SILVINO VERAS DE ÁVILA (MESTRE VINO) (†)

    Data de nascimento: 5/9/1917
    Tradição: luthieria de rabecas
    Cidade: Irauçuba (CE)
    Era carpinteiro aposentado e confeccionava rabecas. Construía os instrumentos e os manuseava, tocando com maestria. Suas rabecas eram famosas internacionalmente. Faleceu em 2013.

    TEREZINHA LIMA DOS SANTOS (MESTRA TEREZINHA LINO)

    Data de nascimento: 7/6/1941
    Tradição: dramas
    Cidade: Beberibe (CE)
    Teve os primeiros contatos com o drama ainda na escola primária. Desde então, participa de montagens, cria peças e acompanha o movimento dramista em Beberibe.

    VICENTE CHAGAS GONDIM (MESTRE VICENTE CHAGAS)

    Data de nascimento: 2/7/1937
    Tradição: reisado
    Cidade: Guaramiranga (CE)
    Desde os 15 anos, tem envolvimento com o reisado. É um dos “topadores de boi” mais conhecidos do Maciço de Baturité. As várias “figuras” do espetáculo (cavalo-marinho, boi, burrinha) são confeccionadas por ele.

  • MESTRES DA CULTURA 2008

    ANA MARIA DA CONCEIÇÃO (MESTRA ANA MARIA)

    Data de nascimento: 27/6/1956
    Tradição: dramas
    Cidade: Tianguá (CE)
    Integrante do grupo de dramistas dos Tucuns, que ministra música e expressões corporais que representam práticas dramáticas de comunidades rurais. Os dramas são cantados por mulheres do grupo, acompanhadas pelos tocadores.

    ESPEDITO VELOSO DE CARVALHO (MESTRE ESPEDITO SELEIRO)

    Data de nascimento: 29/10/1939
    Tradição: artesanato em couro
    Cidade: Nova Olinda (CE)
    Por meio de sua arte, resgata a história do couro na originalidade das vestimentas do vaqueiro e do cangaço. Suas obras são reconhecidas mundialmente e já estiveram em passarelas e no design de móveis.

    FRANCISCA GALDINO DE OLIVEIRA (MESTRA FRANCISQUINHA FÉLIX)

    Data de nascimento: 12/9/1941
    Tradição: rezadeira
    Cidade: Alto Santo (CE)
    Natural de Umarizal (RN), a rezadeira aprendeu o ofício com a madrinha aos cinco anos de idade, fazendo rezas curativas para diversas enfermidades.

    FRANCISCO MARQUES DO NASCIMENTO (MESTRE CACIQUE JOÃO VENÂNCIO)

    Data de nascimento: 30/1/1955
    Tradição: cultura indígena (povo tremembé)
    Cidade: Itarema (CE)
    É da etnia tremembé desde 1991, e responsável geral e instrutor das danças e rituais sagrados indígenas. Atua como instrutor de carpintaria, pesca e agricultura.

    JOSÉ STÊNIO SILVA DINIZ (MESTRE STÊNIO DINIZ)

    Data de nascimento: 26/12/1953
    Tradição: xilogravura e literatura de cordel
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Já atuou como ator e cantor, destacando-se, entretanto, por seu talento como xilógrafo. Suas obras estão espalhadas por alguns dos principais museus de gravura do País e do Exterior. Notabilizou-se também pela luta em prol do artesanato de Juazeiro do Norte.

    LUCIANO CARNEIRO DE LIMA (MESTRE LUCIANO CARNEIRO)

    Data de nascimento: 7/1/1942
    Tradição: literatura de cordel
    Cidade: Crato (CE)
    Iniciou como cordelista em 1975, divulgando suas poesias em rádios. Foi membro fundador da Academia dos Cordelistas do Crato, uma das mais respeitadas e reconhecidas expressões do verso popular caririense.

    LUÍS MANOEL DO NASCIMENTO (MESTRE PAJÉ LUÍS CABOCLO)

    Data de nascimento: 13/9/1951
    Tradição: cultura indígena (povo tremembé)
    Cidade: Itarema (CE)
    É um representante genuíno da antiga tradição dos pajés, tendo sido preparado pelo pai, o pajé Caboco Sororô. Nasceu na aldeia tremembé de Varjota, em Almofala (CE). Começou sua atividade de cura com ervas medicinais aos 18 anos.

    MARIA DO CARMO MENEZES MORAIS (MESTRA MARIINHA DA LÓ)

    Data de nascimento: 11/3/1939
    Tradição: pastoril
    Cidade: Paracuru (CE)
    Teve os primeiros contatos com o pastoril com a mãe. Depois de adulta, já em Paracuru, começou a ensinar pastoril às crianças da vizinhança, sendo fiel às tradições.

    RAIMUNDO DE BRITO SILVA (MESTRE SEU MUNDÔ) (†)

    Data de nascimento: 14/4/1931
    Tradição: mateiro
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Antes de ser guarda florestal da Chapada do Ararupe, trabalhou no campo cuidando da terra e dos bichos. Atuou como vaqueiro, ferreiro e carpinteiro e aprendeu a produzir goma e farinha. Faleceu em 2015.

  • GRUPOS 2008

    GRUPO DE REISADO DA COMUNIDADE DE SÃO JOAQUIM

    Tradição: reisado
    Cidade: Senador Pompeu (CE)
    O grupo de reisado e dança de São Gonçalo, do distrito de São Joaquim, existe há mais de 50 anos e é um dos grupos mais originais e tradicionais do Estado.

    GRUPO DE REISADO DOS IRMÃOS DISCÍPULOS DE MESTRE PEDRO

    Tradição: reisado
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    O grupo ultrapassou fronteiras, superando as desigualdades sociais e a exclusão.

  • MESTRES DA CULTURA 2009

    ANTÔNIO LUIZ DE SOUZA (MESTRE ANTÔNIO LUIZ)

    Data de nascimento: 21/9/1957
    Tradição: reisado de caretas
    Cidade: Potengi (CE)
    Tornou-se brincante do reisado de caretas em 1980. A atividade estava em vias de acabar, no Sítio Assaré, quando Mestre Antônio Luiz passou a organizar o reisado. Hoje o reisado de caretas de Potengi é uma referência para a região.

    EXPEDITA MOREIRA DOS SANTOS (MESTRA DONA EXPEDITA)

    Data de nascimento: 9/10/1939
    Tradição: dança de São Gonçalo
    Cidade: Tianguá (CE)
    Participa da dança de São Gonçalo desde os dez anos de idade, incentivada por sua mãe. A dança é realizada pelas mulheres da comunidade, tendo a Mestra Dona Expedita como “Mariposa” que organiza o grupo e dirige a manifestação.

    FRANCISCA FERREIRA PIRES (MESTRA FRANCISCA)

    Data de nascimento: 15/12/1943
    Tradição: artesanato em renda
    Cidade: Cascavel (CE)
    Repassa seu conhecimento em renda a todos da comunidade, fortalecendo ainda mais a tradição da arte em sua região.

    FRANCISCO PAES DE CASTRO (MESTRE CHICO PAES) (†)

    Data de nascimento: 23/10/1925
    Tradição: sanfona de oito baixos
    Cidade: Assaré (CE)
    Era neto de João Saturnino do Prado, rabequista e violeiro, e filho de Chico Paes. Desenvolveu a arte de tocar a sanfona de oito baixos (pé de bode), instrumento característico da cultura popular. Sua música é conhecida em toda a região. Faleceu em 2018.

    FRANCISCO VITOR LIMA (MESTRE NETINHO)

    Data de nascimento: 25/11/1939
    Tradição: ferreiro
    Cidade: Cedro (CE)
    Aprendeu com o avô e o pai a arte de ferreiro. Produz peças que ajudam a manter viva a atividade de ferreiro, repassando a arte para seus filhos e netos.

    JOAQUIM FERREIRA DA SILVA (MESTRE JOAQUIM ROSENO)

    Data de nascimento: 19/2/1939
    Tradição: dança de São Gonçalo
    Cidade: Quixadá (CE)
    Organiza, juntamente às mulheres da comunidade do Sítio Veiga, a dança de São Gonçalo. Ele acompanha o grupo com um tamborzinho que recebeu de presente de seu pai e repassa seus conhecimentos a todos da comunidade.

    JOSÉ MAURÍCIO DOS SANTOS (MESTRE MAURÍCIO FLANDEIRO) (†)

    Data de nascimento: 20/9/1951
    Tradição: artesanato em flandres
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Foi brincante de reisado, mas foi na arte de trabalhar com flandres que se destacou. Suas peças integraram exposições coletivas e individuais, colocando-o em posição de importância no campo da arte popular. Faleceu em 2018.

    MARIA DO CARMO REIS FELÍCIO (MESTRA DONA MARIA DO CARMO) (†)

    Data de nascimento: 18/7/1928
    Tradição: medicina popular – lambedor
    Cidade: Alto Santo (CE)
    Ficou conhecida por fazer lambedor. O remédio caseiro era feito com a colaboração de sua irmã, Dona Francisca. Usavam diversos tipos de plantas cultivadas no quintal de casa. Todos os dias colhiam plantas e raízes especiais para o lambedor. Faleceu em 2012.

    SEVERINO ANTONIO DA ROCHA (MESTRE SEVERINO) (†)

    Data de nascimento: 5/8/1925
    Tradição: penitências
    Cidade: Barbalha (CE)
    Desde os dez anos de idade, acompanhava o grupo de penitentes do Sítio Cabeceiras, conhecido por ser o grupo do Mestre Joaquim Mulato. Com a morte do Mestre, Severino passou a organizar o grupo de penitentes, buscando manter viva a tradição. Faleceu em 2013.

  • GRUPO 2009

    GRUPO DE SÃO GONÇALO DA COMUNIDADE DO HORTO

    Tradição: dança de São Gonçalo
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    O grupo busca manter a tradição da dança de São Gonçalo, que existe há mais de 30 anos sob a orientação de Pedro Joaquim, Maria Joaquina, sua esposa, e o filho Manoel.

  • MESTRES DA CULTURA 2012

    DEOCLÉCIO SOARES DINIZ (MESTRE BIBI)

    Data de nascimento: 26/12/1936
    Tradição: escultor santeiro
    Cidade: Canindé (CE)
    Produz imagens sacras em grandes dimensões. Seu primeiro trabalho foi a produção de uma estatueta de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

    RAIMUNDA LÚCIA LOPES (MESTRA DONA RAIMUNDINHA)

    Data de nascimento: 31/5/1949
    Tradição: artesanato em renda de bilro
    Cidade: Trairi (CE)
    Conheceu o processo de produção artesanal ao desenvolver atividades de bordadeira e costureira. Coordena a Associação do Grupo das Produtoras Rurais de Artesanato de Timbaúba (Agruparte) e difunde a renda de bilro em Trairi, repassando suas técnicas e conhecimentos para a produção e preservação da cultura popular no segmento do artesanato.

  • GRUPOS 2012

    GRUPO DE INCELÊNCIAS DE BARBALHA

    Tradição: incelências
    Cidade: Barbalha (CE)
    O grupo realiza suas atividades há mais de 50 anos na zona rural de Barbalha (Sítio Cabaceiras), sendo composto por 17 mulheres, além de uma criança vestida de anjo. Hoje, o grupo é composto por 13 integrantes da mesma família, entre mãe, filhas, netas, primas e sobrinhas. O grupo tem a finalidade de cantar em velório e sepultamento de crianças e jovens.

    GRUPO PASTORIL NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

    Tradição: pastoril
    Cidade: Maracanaú (CE)
    É conhecido como uma tradição cultural religiosa trazida pelos colonizadores. Enquanto manifestação popular, é a principal atividade desenvolvida pelo grupo. O Nossa Senhora de Fátima teve início na década de 1940 e faz parte de uma tradição familiar de Rita Gomes da Costa.

  • MESTRES DA CULTURA 2013

    JOSÉ DE ABREU BRASIL (MESTRE PALHAÇO PIMENTA)

    Data de nascimento: 19/3/1945
    Tradição: arte circense
    Cidade: Eusébio (CE)
    Iniciou as atividades em circo por volta de 1960, no Grande Circo Uiara, como porteiro. Daí, envolveu-se nas ações de palco como trapezista, depois palhaço, com o nome de Coça-Coça.

    JOSEFA PEREIRA DE ARAÚJO (MESTRA DONA ZEFINHA)

    Data de nascimento: 15/9/1943
    Tradição: artesanato de rede de renda de bilro
    Cidade: Potengi (CE)
    O artesanato é sua ocupação principal, confeccionando rede de dormir de renda de bilros. Aprendeu essa arte com a mãe, Dona Helena, que também fazia redes. Trabalha numa almofada de mais de um metro de comprimento, manipulando 120 pares de bilros de macaúba. Para tecer uma rede de dormir, necessita de 20 novelos de linhas e cerca de 70 dias de trabalho.

  • COLETIVIDADE 2013

    COMUNIDADE DA PRAINHA DO CANTO VERDE

    Cidade: Beberibe (CE)
    Conhecida pela tranquilidade e pela sua beleza. Resiste e luta em defesa do seu modo de vida e da sua cultura.

  • GRUPOS 2013

    GRUPO BOI CORAÇÃO

    Tradição: boi de reisado
    Cidade: Ocara (CE)
    Sob o comando do Mestre Luciano Correia dos Santos, agricultor aposentado, o grupo dá continuidade a uma tradição local de pelo menos oito décadas, que começou com os folguedos de bumba meu boi, derivados do reisado, mas com características próprias.

    GRUPO DE REISADO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

    Tradição: reisado
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Foi criado em 1996, no bairro Romeirão, em Juazeiro do Norte, composto apenas por mulheres. O grupo é formado por 16 integrantes fixas, além de outras eventuais colaboradoras.

  • MESTRES DA CULTURA 2015

    FRANCISCO DIAS DE OLIVEIRA (MESTRE FRANÇULI)

    Data de nascimento: 20/1/1942
    Tradição: artesanato em flandres
    Cidade: Potengi (CE)
    O flandeiro mais conhecido de Potengi. São diversas as produções de seu acervo, como chaminés, fornos, pás, baldes, latas, tubos de armazenar legumes, candeeiros e funis. Já foi tema de documentários, que retratavam suas obras.

    FRANCISCO FELIPE MARQUES (MESTRE TICO)

    Data de nascimento: 16/1/1922
    Tradição: reisado
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Natural do Crato (CE), onde começou nas brincadeiras de reis, Mestre Tico atua no Crato e em Juazeiro do Norte. Um dos mais antigos mestres atuantes, é dono de um repertório imenso de canções ligadas às tradições dos reisados antigos.

    GERALDO RAMOS FREIRE (MESTRE GERALDO RAMOS)

    Data de nascimento: 13/8/1938
    Tradição: artesanato de relojoaria de torre, coluna e sinos de igreja
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Nascido em Juazeiro do Norte, desde os 14 anos trabalhava com seu pai, que exercia a função de ferreiro e fundidor. Com ele, aprendeu a arte e ajudou a reativar a antiga fábrica de relógios mecânicos dos salesianos.

    JOSÉ PINHEIRO DE MORAIS (MESTRE DECA PINHEIRO)

    Data de nascimento: 2/5/1935
    Tradição: penitências
    Cidade: Assaré (CE)
    A vocação se manifestou por volta de 1945, com a morte de seu pai, também penitente. Assumiu a liderança do Grupo da Irmandade de Nossa Senhora como decurião.

    MARIA DE LOURDES DA CONCEIÇÃO ALVES (MESTRA CACIQUE PEQUENA)

    Data de nascimento: 25/3/1945
    Tradição: cultura indígena (povo jenipapo-kanindé)
    Cidade: Aquiraz (CE)
    Dedicou a vida ao movimento de resistência dos povos indígenas cearenses. Seu nome indígena é Tigresa, mas é comumente conhecida como Pequena. Rompeu costumes presentes nos indígenas cearenses e se tornou a primeira mulher na função de cacique.

    MARIA DEUSA E SILVA ALMEIDA (MESTRA DONA DEUSA) (†)

    Data de nascimento: 8/3/1926
    Tradição: lapinha e coroação de Nossa Senhora
    Cidade: Assaré (CE)
    Devota religiosa, começou como catequista e tornou-se diretora da Paróquia de Nossa Senhora das Dores de Assaré, durante 50 anos. Foi protagonista do ciclo natalino de Assaré, produzindo e dirigindo a lapinha. Faleceu em 2016.

    MARIA JOSÉ COSTA CARVALHO (MESTRA DONA MAZÉ)

    Data de nascimento: 14/10/1939
    Tradição: tradições juninas
    Cidade: Caucaia (CE)
    Destaca-se pelo trabalho de cultivo e manutenção das tradições juninas no formato mais legítimo, fiel às origens desta tradição no Estado. Ela é integrante da Federação das Quadrilhas Juninas do Ceará (Fequajuce) e também filiada à União Junina.

    MARIA QUIRINO DA SILVA (MESTRA DONA TARINHA)

    Data de nascimento: 4/7/1939
    Tradição: artesanato em cerâmica
    Cidade: Cascavel (CE)
    Nasceu no povoado de Moita Redonda, onde aprendeu a arte na qual começou a trabalhar aos oito anos. Ela trabalha o barro usando técnicas ancestrais em um processo completamente artesanal que vai desde a colheita do barro, a quebra feita manualmente, que depois é amassado com os pés e moldado com as mãos, com ajuda de ferramentas como sabugos de milho.

    PEDRO COELHO DA SILVA (MESTRE PEDRO COELHO)

    Data de nascimento: 12/4/1943
    Tradição: vaqueiro aboiador e poeta
    Cidade: Acopiara (CE)
    É poeta nato e vaqueiro aboiador. Ao longo dos seus mais de 50 anos de profissão, teve sua história e trabalhos publicados, apresentados e divulgados em rádio e TV.

  • GRUPOS 2015

    GRUPO DE CARETAS REISADO BOI CORAÇÃO

    Tradição: boi de reisado
    Cidade: Quixadá (CE)
    O grupo teve origem na comunidade Boa Água, distrito de Cipó dos Anjos, em Quixadá. No início, as atividades eram feitas apenas nos terrenos locais. Hoje, o grupo ocupa novos espaços, faz apresentações em escolas da região e em outros municípios cearenses.

    GRUPO PENITENTE DO GENEZARÉ

    Tradição: penitências
    Cidade: Assaré (CE)
    O grupo reúne renomados penitentes e traz consigo 40 anos de história. Atua na região do Cariri, na cidade de Assaré (CE). Além das ações em eventos, vem trazendo a proposta, em forma de projeto, de uma reflexão sobre as relações entre os penitentes do Genezaré.

  • MESTRES DA CULTURA 2018

    ANTÔNIO RAFAEL SOBRINHO (MESTRE ANTÔNIO RAFAEL)

    Data de nascimento: 4/2/1950
    Tradição: poesia popular
    Cidade: Tarrafas (CE)
    Poeta popular com larga produção na área da literatura de cordel, atividade cultural iniciada ainda na infância, como ouvinte das histórias tradicionais do cordel. Tem poesias populares publicadas em livro e mais de 80 títulos publicados no formato de folheto de literatura de cordel.

    FRANCISCA ZENILDA SOARES (MESTRA DONA ZENILDA)

    Data de nascimento: 4/2/1933
    Tradição: culinária regional – fabricação artesanal de linguiça
    Cidade: Assaré (CE)
    Dona Zenilda fabrica linguiça de forma completamente artesanal. O modo de fazer é antigo, tradicional, vem da família há mais de 100 anos, tendo aprendido com a mãe.

    FRANCISCO FURTADO SOBRINHO (MESTRE CHICO BENTO CALUNGUEIRO)

    Data de nascimento: 6/5/1957
    Tradição: teatro de bonecos
    Cidade: Trairi (CE)
    O único brincante da arte popular do teatro de bonecos em atividade no município de Trairi. Quando o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) criou um programa de registro e preservação do patrimônio imaterial, com foco no mamulengo, Mestre Chico Bento foi reconhecido, tendo recebido o título pelos serviços prestados na área da cultura.

    GERALDO AMÂNCIO PEREIRA (MESTRE GERALDO AMÂNCIO)

    Data de nascimento: 29/4/1946
    Tradição: cantoria de viola
    Cidade: Fortaleza
    É considerado um dos maiores cantadores/repentistas em atividade do Nordeste. Gravou 18 discos de cantoria fazendo dupla com renomados cantadores e arrebatou cerca de 150 primeiros lugares em 200 festivais competitivos que participou. Fundador da Academia de Letras e Literatura Popular Patativa do Assaré, Geraldo foi reconhecido por sua vasta contribuição à cultura popular tradicional cearense como Mestre dos Saberes e Fazeres da Cultura Popular.

    GERALDO GONÇALVES DE ALENCAR (MESTRE GERALDO GONÇALVES) (†)

    Data de nascimento: 10/09/1945
    Tradição: poesia popular
    Cidade: Assaré (CE)
    Geraldo Gonçalves era primo de Patativa do Assaré. Faleceu em maio de 2018, antes de ser diplomado como Mestre da Cultura. Por muitos anos, dedicou-se à elaboração de trabalhos na literatura popular, literatura de cordel, declamações poéticas, sonetos, trovas, dentre outras expressões que foram retratadas pelo roteirista, cineasta, documentarista e produtor Rosemberg Cariry. Faleceu em 2018.

    HUGO PEREIRA DE ANDRADE (MESTRE HUGO)

    Data de nascimento: 29/4/1944
    Tradição: dança do coco
    Cidade: Aracati (CE)
    Lidera o Grupo de Dança de Coco da Majorlândia que tem registro documentado pelo folclorista Florival Seraine, no seu livro Antologia do Folclore Cearense e pelo pesquisador Oswald Barroso.

    JAIME ARNALDO RODRIGUES (MESTRE SEU JAIME)

    Data de nascimento: 17/8/1942
    Atividade: artesanato de mosaicos (ladrilhos hidráulicos)
    Cidade: Barbalha (CE)
    Ladrilheiro hidráulico, há 58 anos mantém-se da atividade, consagrando-se como o mais antigo e único atuante nessa profissão, já que a fabricação do ladrilho hidráulico é um processo que prescinde da atividade manual artesanal.

    JOÃO PAULO VIEIRA (MESTRE JOÃO PAULO)

    Data de nascimento: 6/11/1925
    Tradição: reisado de caretas
    Cidade: Meruoca (CE)
    Passou 85 dos 92 anos dedicados ao grupo de bumba meu boi Estrela da Serra, hoje composto por 20 membros das comunidades de Boa Vista, Frecheiras e Recife, todas de Meruoca. O grupo segue sua tradição com apresentações em Meruoca e cidades vizinhas, no período que vai do Natal ao início de fevereiro e na Semana Santa.

    JOSÉ ALVES CARNEIRO (MESTRE ZÉ CARNEIRO)

    Data de nascimento: 1º/11/1963
    Tradição: mateiro
    Cidade: Pacoti (CE)
    Mateiro e guia, conhece bem as reservas naturais dos sítios de Pacoti e municípios vizinhos, como Guaramiranga, Palmácia, Mulungu e Baturité, todos no Ceará. Sua popularidade cresceu depois que encontrou, nessas buscas com pesquisadores, espécies endêmicas, ou seja, animais que somente existem na Serra de Baturité.

    JOSÉ FELIPE DA SILVA (MESTRE MACAÚBA)

    Data de nascimento: 30/7/1943
    Tradição: chorinho
    Cidade: Caucaia (CE)
    Conhecido nas rodas de choro e samba de Fortaleza tocando bandolim. Bandolinista virtuoso, autodidata, aos 13 anos já tocava em reisados, pastoris e teatro de bonecos.

    JOSÉ MARIA DE PAULA ALMEIDA (MESTRE RAINHA ALMEIDA)

    Data de nascimento: 8/11/1953
    Tradição: maracatu
    Cidade: Maracanaú (CE)
    Atua no papel de Rainha de maracatu, considerada a figura mais importante dos cortejos, sendo, no estado do Ceará, o mais antigo brincante, com mais de 37 anos de participação em maracatu e 30 anos assumindo a personagem de Rainha.

    JOSÉ RENATO VASCONCELOS DE CARVALHO (MESTRE ZÉ RENATO)

    Data de nascimento: 24/5/1951
    Tradição: capoeira
    Cidade: Fortaleza
    Iniciou a sua trajetória na capoeira por volta de 1960, tendo criado o primeiro grupo de capoeira da capital cearense.

    PAULO SALES NETO (MESTRE PAULÃO CEARÁ)

    Data de nascimento: 14/1/1961
    Tradição: capoeira
    Cidade: Fortaleza / Budapeste (Hungria)
    Teve seu primeiro contato com a capoeira em 1974 e, a partir daí, passou a dedicar-se à difusão dessa arte afro-brasileira no município. Associou-se ao Grupo Senzala, de influência nacional, e criou, com colegas, em 1989, o grupo Capoeira Brasil, hoje presente na Alemanha, Austrália, Bélgica, Espanha, França, Hungria (onde mora, atualmente), Itália, Polônia e Suécia.

    PEDRO BANDEIRA PEREIRA DE CALDAS (MESTRE PEDRO BANDEIRA)

    Data de nascimento: 1º/5/1938
    Tradição: cantoria, repente e literatura de cordel
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    É considerado um dos cinco melhores cantadores de viola do Brasil. Tem músicas gravadas por Luiz Gonzaga, Luiz Vieira, Raimundo Fagner, Alcymar Monteiro, Marivalda Cariri e Trio Nordestino.

    RITA DE CÁSSIA DA CUNHA (MESTRA DONA RITA)

    Data de nascimento: 4/12/1933
    Tradição: doceira (fartes)
    Cidade: Sobral (CE)
    É famosa por fazer a receita de um prato tradicional: o fartes, primeiro doce português a chegar ao Brasil. Foi nos anos de 1980 que começou a fazer os fartes aprendidos com a madrinha.

    ZIMÁ FERREIRA DA SILVA (MESTRE MÃE ZIMÁ)

    Data de nascimento: 3/4/1947
    Tradição: umbanda brasileira – medicina tradicional de terreiro
    Cidade: Fortaleza
    É mãe de santo de seu próprio terreiro, a Casa de Ogum Megê, localizado no bairro Parque São Vicente. O local é um dos mais conhecidos de Fortaleza na tradição da umbanda. Em virtude de seu trabalho, Mãe Zimá já percorreu países como Bolívia, França, Itália, Alemanha e Suíça, estudando e abençoando os seus por onde passa.

  • COLETIVIDADE 2018

    ASSOCIAÇÃO DA MÃE DAS DORES E DO PADRE CÍCERO

    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    A associação foi constituída em 1984 a partir da conscientização de algumas pessoas que não concordavam com o processo de exploração a que eram submetidos os artesãos que trabalhavam com a palha de carnaúba. Hoje, a associação conta com mais de 25 sócios diretos e produz uma vasta variedade de artigos feitos de palha, cipó etc.

  • GRUPOS 2018

    MARACATU AZ DE OURO

    Tradição: maracatu
    Cidade: Fortaleza
    Foi fundado em 26 de setembro de 1936. Desfilou pela primeira vez no ano seguinte, e, desde então, vem mantendo a sua dedicação a esta tradição afro-brasileira em Fortaleza. É o mais antigo grupo de maracatus do Ceará.

    REISADO DA FAMÍLIA RAMOS

    Tradição: reisado de caretas
    Cidade: Canindé (CE)
    A tradição do Reisado da Família Ramos existe há mais de 60 anos. Tem como seu lugar de sociabilidade, moradia e trabalho o assentamento Ipueira da Vaca. Iniciado com o Seu Zé Ramos na Serra da Aratuba, o reisado vem, ao longo das gerações, mantendo o processo de transmissão de saberes.

  • MESTRES DA CULTURA 2019

    ADRIÃO SISNANDO DE ARAÚJO (MESTRE CABACEIRO SIARÁ)

    Data de nascimento: 29/9/1966
    Tradição: cabaceiro
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Destaca-se pelas atividades de pesquisador e museólogo popular, coletando e mantendo um importante acervo no seu Museu das Cabaças, preservando a memória do povo cabaceiro.

    AÉCIO RODRIGUES DE OLIVEIRA (MESTRE AÉCIO DE ZAIRA)

    Data de nascimento: 30/10/1956
    Tradição: luthieria
    Cidade: Crato (CE)
    Tem como ofício a produção artesanal de instrumentos musicais (luthieria) por meio da reciclagem de madeiras mortas e outros materiais descartados no lixo, além de materiais em decomposição encontrados na natureza. Sua produção tem como raízes os saberes e fazeres de sua bisavó paterna, índia Kariri, e transmite-os voluntariamente no quintal de sua casa em aulas de música e de luthieria.

    ANTÔNIO FERREIRA EVANGELISTA (MESTRE ANTÔNIO)

    Data de nascimento: 2/1/1962
    Tradição: reisado
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Líder de reisado e brincante há mais de quatro décadas, tem a própria existência impossível de ser separada da atividade. O início da história com o reisado remonta à infância de Mestre Antônio, quando participava do Reisado do Mestre Pedro.

    EDITE DIAS DE OLIVEIRA SILVA (MESTRA DONA EDITE DO COCO)

    Data de nascimento: 6/8/1940
    Tradição: dança do coco
    Cidade: Crato (CE)
    É a principal responsável por manter viva a dança do coco na comunidade Batateiras, no Crato. Ela lidera o Grupo de Mulheres do Coco da Batateira, um grupo de 17 agricultoras cratenses, com idades entre 56 e 84 anos, criado em 1979. O grupo hoje é reconhecido como um dos mais importantes do Nordeste.

    EXPEDITO ANTONIO DO NASCIMENTO (MESTRE EXPEDITO CABOCO)

    Data de nascimento: 24/11/1949
    Tradição: banda cabaçal
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Recebeu de seu pai, João Marques de Souza, em 1971, a direção da banda cabaçal fundada pelo seu avô e irmãos deste em 22 de março de 1901, sob as bênçãos de Padre Cícero. À frente da banda cabaçal, hoje denominada Banda Cabaçal Santo Expedito, o mestre mantém, com sua memória, criatividade e incrível habilidade, os repertórios, os instrumentos, as danças e os demais saberes e fazeres ligados a esta tradição.

    FRANCISCO ALVES DE FREITAS (MESTRE CHICO BELO)

    Data de nascimento: 7/11/1948
    Tradição: artesanato em couro
    Cidade: Caridade (CE)
    Desenvolve o artesanato em couro, ofício herdado do pai e do avô. Em suas mãos, o couro curtido vira selas e arreios, botas e sandálias, cintos e chicotes. Ele se destaca pelo esmero e pela delicadeza do seu trabalho.

    FRANCISCO GILDAMIR DE SOUSA CHAGAS (MESTRE GIL CHAGAS / GIL D’AURORA)

    Data de nascimento: 18/3/1958
    Tradição: escultura e luthieria
    Cidade: Aurora (CE)
    Aprendeu com o pai e o avô a transformar madeira em arte e, no grupo dos notáveis escultores de Aurora, destacou-se nas esculturas em movimento. Foi inspirado por Mestre Antônio Pinto Fernandes que Mestre Gil D’Aurora ingressou no ofício de luthier, apaixonando-se pelas curvas e sonoridade da rabeca.

    JOÃO PEDRO DE CARVALHO NETO (MESTRE JOÃO PEDRO DO JUAZEIRO)

    Data de nascimento: 11/6/1964
    Tradição: xilogravura e literatura de cordel
    Cidade: Fortaleza
    Começou a desenvolver seus trabalhos com xilogravura na Lira Nordestina, em Juazeiro do Norte (CE). Além de produzir, transmite seus conhecimentos por meio de oficinas e fomenta sua arte em exposições. Mantém e protege um acervo de mais de oito mil peças composto por xilogravuras impressas e equipamentos para a fabricação dessa arte.

    JOSÉ MARIA PEREIRA DOS SANTOS (MESTRE CACIQUE SOTERO)

    Data de nascimento: 15/11/1943
    Tradição: cultura indígena (povo kanindé)
    Cidade: Aratuba (CE)
    Tem trabalhado na agricultura familiar de subsistência por toda a sua vida, dedicando-se também às lutas dos movimentos sociais e populares desde a década de 1960, especialmente como liderança indígena. É o idealizador do Museu dos Kanindé, o primeiro museu indígena do Ceará e segundo do Brasil, reinterpretando os saberes e técnicas herdados dos seus ancestrais.

    MARIA JOSEFA DA CONCEIÇÃO (MESTRA MARIA DE TIÊ)

    Data de nascimento: 18/9/1958
    Tradição: dança do coco e maneiro-pau
    Cidade: Porteiras (CE)
    Suas toadas e emboladas de coco divulgam as tradições e práticas culturais próprias de seu povo, da Comunidade Quilombola dos Souza, como forma de reconhecimento da transmissão entre as gerações dos saberes de raiz cultural africana e afro-brasileira. Por meio de sua dança, cores e cantos, dedica-se à luta pelos direitos da mulher negra, respeito à diversidade étnica e à sua própria história.

    RAIMUNDA RODRIGUES TEIXEIRA (MESTRA PAJÉ RAIMUNDA TAPEBA)

    Data de nascimento: 24/11/1945
    Tradição: cultura indígena (povo tapeba)
    Cidade: Caucaia (CE)
    Ocupa a função de pajé, sendo considerada a primeira mulher indígena a ocupar o papel em uma etnia indígena no Ceará. Sua comunidade está estimada em uma população de oito mil pessoas da etnia Tapeba, que vivem na margem do rio Ceará, em Caucaia. A mestra mantém os costumes indígenas vivos por meio de sua memória e seus ensinamentos acerca das lendas, culinária, ervas e rituais.

  • COLETIVIDADE 2019

    ASSOCIAÇÃO UNIÃO DOS MORADORES DO JATOBÁ

    Cidade: Chaval (CE)
    Reconhecida pelo fazer cultural da farinhada, tradição ancestral da agricultura familiar da zona rural de Chaval. A produção da farinha preserva a forma artesanal, baseada na herança ancestral indígena e afrodescendente. Entre as atividades da associação está o rito que celebra a colheita da mandioca, reunindo os trabalhadores rurais para vivenciar este momento de fortalecimento da identidade coletiva, dando sentido ao conhecimento e à técnica do fazer tradicional.

  • GRUPOS 2019

    MARACATU REI DE PAUS

    Tradição: maracatu
    Cidade: Fortaleza
    É o maracatu em atividades contínuas há mais tempo em Fortaleza. Fundado pelos irmãos Barbosa (Antônio, José Bernardino e Geraldo), foi 27 vezes campeão do Carnaval de rua de Fortaleza, sendo destaque por seus ritmos, cores, loas, alas e coroação de sua rainha. Há momentos de aprendizado, socialização e ludicidade, durante os ensaios, apresentações e mutirões realizados para confecção de material.

    REISADO MIRIM SANTO EXPEDITO

    Tradição: reisado
    Cidade: Juazeiro do Norte (CE)
    Foi fundado por um grupo de meninas, que conquistaram espaço em um universo marcadamente masculino, evidenciando a beleza mística encarnada de guerreiras ou semideusas. O protagonismo do grupo, sob a condução de Flatenara Silva, reconfigura o papel do feminino no universo do reisado e representa o futuro de uma tradição, que encanta e atualiza a memória dos mais idosos.