Anuário Datafolha Top Mind 2021-2022

Pesquisa Exclusiva

PLANO DE SAÚDE

Depois de dividir a liderança da categoria no ano passado, a Unimed volta a vencer de forma isolada a categoria Plano de Saúde, com 44,4% das menções espontâneas, na pesquisa Anuário Datafolha Top of Mind 2021-2022.

Entre as 13 edições realizadas, a Unimed ganhou nove vezes, sendo duas vezes empatada com o Hapvida, que levou o prêmio isolado em quatro edições. A Unimed obtém destaque entre os respondentes com mais de 41 anos (50,3%), entre os escolarizados até o ensino superior (61,6%), entre as classes A e B (60,2%).

Na edição anterior, 2020-2021, Unimed e Hapvida empataram tecnicamente com 43,2% e 39,4%, respectivamente. Este ano, o Hapvida garantiu o segundo lugar com 34,9% das menções. Ao responder “Unimed”, os entrevistados não indicam, especificamente, a qual estão se referindo. No Estado, atuam mais de dez “Unimeds” diferentes.

Para a Unimed Ceará, o atendimento humanizado é uma das razões para o reconhecimento pelos cearenses. “Reforçamos sempre que cada experiência de atendimento é única e por isso investimos constantemente em treinamentos com o nosso time de colaboradores para que o beneficiário reconheça e sinta na prática os esforços para gerarmos boas experiências”, destaca o presidente da Unimed Ceará, Darival Bringel.

Além disso, estratégias de comunicação integradas e transparentes fazem parte da construção da boa imagem da marca. “O esforço do setor de marketing é sempre muito ativo e está sempre encontrando formas diferenciadas de trazer o nosso público mais para perto, seja com campanhas publicitárias, seja com a idealização e participação em eventos ligados à saúde, sustentabilidade e gestão”, afirma o presidente da Unimed Fortaleza, Elias Leite.

Para o Hapvida, o reconhecimento ao longo de todo o tempo de atuação e durante o período da pandemia é consequência de estratégias que envolvem comunicação, garantia de suprimentos e estoque de equipamentos de proteção individual (EPIs) e hospitalares em geral, além do serviço de fretamento de avião para transportar materiais necessários para o abastecimentos das unidades em todas as regiões do País.

“Desde o olho no olho, à teleconsulta e redes sociais, somos um conjunto de mais de 35 mil pessoas que gostam de gente”, afirma a diretora de comunicação e marketing do Sistema Hapvida, Simone Varella.

A diretora ressalta que o acesso à saúde de qualidade também acontece por meio de informação. “Veículos da grande mídia, como O POVO, são protagonistas, sobretudo num período de exceção, como numa pandemia. A informação também é uma forma de combate ao vírus e de proporcionar saúde às pessoas.”

Com índices mais baixos aparecem Amil (3,4%), Bradesco (1,3%), Cafaz (1%), Geap (0,9%), entre outras. O índice dos que não souberam responder é o mais baixo já registrado na história da pesquisa, 4,9%, ante 5,4% do ano passado.