Futebol Cearense

PATRIMÔNIO

(Foto: Marcelo Vidal / Ceara SC)

Com mais um ano de superávit em suas contas, de acordo com o balanço anual de 2021, o Ceará consegue uma marca histórica para o clube: são sete anos seguidos de saldo positivo, desde 2015.

O superávit de 2021 foi de R$ 327.488,99, sendo impactado positivamente pelo crescimento das receitas de direitos de transmissão do futebol profissional. Considerando Ceará, Fortaleza, Bahia, Vitória, Sport, Santa Cruz e Náutico, que formam o G-7 Nordeste, o Vovô é o único clube a alcançar esse desempenho econômico no período.

Na temporada de 2021, o Alvinegro obteve uma receita líquida de R$ 150.438.169,22. Deste valor, o clube gastou R$ 142.694.671,94 com custos e despesas operacionais, o que representa 95% da receita líquida.


 

 

O Fortaleza obteve superávit de R$ 15.300.604,64 na temporada 2021, o maior da história do clube, de acordo com balanço anual. O Tricolor teve receita líquida recorde no valor de R$ 156.648.182,65 e custos e despesas no valor de R$ 139.997.355,03. Subtraindo o resultado financeiro líquido fecha a cifra em R$ 15,3 milhões.

Em receita bruta, o clube obteve R$ 148.446.735,64 no futebol e os principais acréscimos foram em bilheteria, transmissões de jogos, performance do time, participações em competições e vendas de atletas.

Em 2021, as receitas operacionais líquidas do clube totalizaram R$ 156 milhões, com aumento de 102% em relação ao ano anterior, assim, o valor de 2021 representa o maior da série histórica analisada pela equipe. As receitas operacionais líquidas contemplam: receitas com futebol, receitas com eventos e receitas de vendas das lojas.


CEARÁ E FORTALEZA ESTÃO ENTRE OS 30 CLUBES MAIS VALIOSOS DO BRASIL

Ceará e Fortaleza estão entre os 30 clubes mais valiosos do Brasil, de acordo com estudo realizado pela consultoria especializada em marketing esportivo Sports Value, que faz uma avaliação detalhada dos 30 principais times do futebol local, e aponta quais são os mais valiosos do País.

Patrimônio do clube – incluindo dinheiro em caixa, estádio próprio, centro de treinamento moderno, entre outros – valor da marca e os jogadores fazem parte do cálculo realizado pela Sports Value para definição do ranking. Os valores do elenco são levantados a partir do site Transfermarkt.

A soma do Ativo dos 30 times analisados sem o valor dos jogadores é de R$ 9,4 bilhões. As marcas dos clubes representam R$ 5,4 bilhões. O Alvinegro de Porangabuçu aparece na 24ª colocação, com valor estimado de R$ 292 milhões, enquanto o Tricolor do Pici figura na 18ª posição, com R$ 351 milhões. No G-4 da lista estão Flamengo (R$ 2,692 bilhões), Palmeiras (R$ 2,349 bilhões), Corinthians (R$ 2,278 bilhões) e Atlético-MG (R$ 1,966 bilhão).

VEJA O RANKING COMPLETO:

– Flamengo: R$ 2,692 bilhões
– Palmeiras: R$ 2,349 bilhões
– Corinthians: R$ 2,278 bilhões
– Atlético-MG: R$ 1,966 bilhão
– Athletico-PR: R$ 1,785 bilhão
– Internacional: R$ 1,718 bilhão
– São Paulo: R$ 1,716 bilhão
– Grêmio: R$ 1,5 bilhão
– Fluminense: R$ 1,088 bilhão
10º – Santos: R$ 967 milhões
11º – Vasco: R$ 802 milhões
12º – Red Bull Bragantino: R$ 692 milhões
13º – Cruzeiro: R$ 635 milhões
14º – Botafogo: R$ 511 milhões
15º – Bahia: R$ 459 milhões
16º – América-MG: R$ 402 milhões
17º – Coritiba: R$ 396 milhões
18º – Fortaleza: R$ 351 milhões
19º – Sport: R$ 345 milhões
20º – Atlético-GO: R$ 340 milhões
21º – Guarani: R$ 300 milhões
22º – Ponte Preta: R$ 297 milhões
23º – Santa Cruz: R$ 295 milhões
24º – Ceará: R$ 292 milhões
25º – Náutico: R$ 287 milhões
26º – Goiás: R$ 239 milhões
27º – Paysandu: R$ 162 milhões
– Cuiabá: R$ 161 milhões
– Avaí: R$ 159 milhões
30º – Vitória: R$ 155 milhões

FONTE: Sports Value.

Ademais, as equipes cearenses estão entre as 30 marcas mais valiosas do futebol brasileiro. Esta seção do estudo leva em consideração os seguintes aspectos: receitas da marca, potencial esportivo da marca e potencial do mercado consumidor.


MARCAS MAIS VALIOSAS DO FUTEBOL BRASILEIRO

AVALIAÇÃO DAS MARCAS DOS CLUBES 2021 – BRAND VALUATION – R$ MILHÕES


De acordo com o estudo, a equipe Tricolor apresentou um grande crescimento, de 38%, saltando seis posições no ranking. Conforme o levantamento, o crescimento foi impulsionado pela boa gestão do clube que viu sua marca evoluir graças à exploração de receitas e pela valorização do elenco. Custos com futebol estão em R$ 60 milhões por ano.

Clube apresenta gestão eficiente e alto potencial esportivo. É fortíssimo nas redes sociais, um player importante no mercado, graças a sua boa gestão.

FONTE: Sports Value.


Segundo o estudo, a equipe Alvinegra teve um crescimento de 13%, ocupando o 24º lugar no ranking. De acordo com o estudo, o clube cearense é um exemplo de boa gestão e controle orçamentário, faturando mais de R$ 100 milhões por ano. Os custos com futebol estão em R$ 77 milhões por ano.

Clube vem crescendo em valor de marca em 2021 sofreu com as perdas de bilheteria. Teve a valorização do plantel de jogadores. É muito forte nas redes sociais e sua torcida tem forte engajamento.

FONTE: Sports Value.