Ceará

  • Ficha
  • Diretoria
  • Conquistas
  • História
  • Escudos

Ficha

O Ceará Sporting Club foi fundado em 2 de junho de 1914. O mascote da equipe é o Vovô, pois é o time mais antigo da capital cearense. O estádio oficial é o Carlos de Alencar Pinto (CAP), apelidado pela torcida como "Vovozão", mas o mando de campo (vantagem do campo próprio) é na Arena Castelão, que fica sendo chamada de "Arena Vozão" em dias de jogos, assim como o estádio Presidente Vargas (PV). O Ceará tem como centro de treinamento a Cidade Vozão, localizada em Itaitinga (CE).


Em 2022, o Ceará disputou pela quinta vez seguida a Série A do Brasileirão, somando 22 participações desde 1971. A partir de 2003, na era dos pontos corridos, foram sete aparições. Na elite, o Vovô conquistou duas participações seguidas na Copa Sul-Americana, atuando no torneio in- ternacional em 2021 e em 2022. Em 2023, o Ceará voltou a disputar a Série B do Brasileirão. Em 2024, o clube tentará alcançar o G4 da competição e, assim, retornar à elite do futebol brasileiro.


Nome: Ceará Sporting Club

Fundação: 2 de junho de 1914

Sede: Carlos de Alencar Pinto (CAP)

Endereço: Av. João Pessoa, 3532 – Damas – CEP 60425-812 – Fortaleza – CE

Cores: preto e branco

Mascote: Vovô

Alcunhas: Vovô, Time do Povo, O Mais Querido, Alvinegro de Porangabuçu, Alvinegro Cearense, Gigante Alvinegro, Glorioso e Campeão da Popularidade

Torcedor: Alvinegro

Ranking nacional 2024: 18º lugar (8.268 pontos)

Centro de treinamento: Luís Campos – Cidade Vozão

Endereço: Rua S, 354 – Conjunto Parque Dom Pedro – CEP 61880-000 – Itaitinga – CE

Telefone: (85) 3038 8080

Site: www.cearasc.com


Redes Sociais

Instagram: @cearasc

Twitter: @CearaSC

Facebook: fb.com/CearaSC

YouTube: VozãoTV

TikTok: @cearasc


BALANÇO DA TEMPORADA 2023

Jogos: 61

Vitórias: 27

Empates: 16

Derrotas: 18

Gols marcados: 88

Gols sofridos: 70

Aproveitamento: 53,1%

Artilheiro: Erick (18 gols)

Maior público: 59.838 (Ceará x Sport - Final da Copa do Nordeste)

Títulos: Campeão da Copa do Nordeste

Campanhas: Vice-campeão do Campeonato Cearense, segunda fase da Copa do Brasil, 11° colocado no Campeonato Brasileiro Série B


Hino

Teu passado é todo coberto de glórias

Dia a dia tu conquistas mais vitórias

Tua bandeira alvinegra desfraldada

Teu time em campo tem vitória assegurada.


Campeão da popularidade

Tua torcida hoje é toda a cidade

É um grande povo a te estimular

É o Vovô Ceará vai ganhar.


És o time das grandes campanhas

Sempre aqui ou lá fora tu ganhas

Com teus craques em campo a brilhar

Ceará, tua glória é lutar.


Autor: José Patápio da Costa Jatahy


Ouça o HINO OFICIAL DO CEARÁ SPORTING CLUB

Ficha

O Ceará Sporting Club foi fundado em 2 de junho de 1914. O mascote da equipe é o Vovô, pois é o time mais antigo da capital cearense. O estádio oficial é o Carlos de Alencar Pinto (CAP), apelidado pela torcida como "Vovozão", mas o mando de campo (vantagem do campo próprio) é na Arena Castelão, que fica sendo chamada de "Arena Vozão" em dias de jogos, assim como o estádio Presidente Vargas (PV). O Ceará tem como centro de treinamento a Cidade Vozão, localizada em Itaitinga (CE).


Em 2022, o Ceará disputou pela quinta vez seguida a Série A do Brasileirão, somando 22 participações desde 1971. A partir de 2003, na era dos pontos corridos, foram sete aparições. Na elite, o Vovô conquistou duas participações seguidas na Copa Sul-Americana, atuando no torneio in- ternacional em 2021 e em 2022. Em 2023, o Ceará voltou a disputar a Série B do Brasileirão. Em 2024, o clube tentará alcançar o G4 da competição e, assim, retornar à elite do futebol brasileiro.


Nome: Ceará Sporting Club

Fundação: 2 de junho de 1914

Sede: Carlos de Alencar Pinto (CAP)

Endereço: Av. João Pessoa, 3532 – Damas – CEP 60425-812 – Fortaleza – CE

Cores: preto e branco

Mascote: Vovô

Alcunhas: Vovô, Time do Povo, O Mais Querido, Alvinegro de Porangabuçu, Alvinegro Cearense, Gigante Alvinegro, Glorioso e Campeão da Popularidade

Torcedor: Alvinegro

Ranking nacional 2024: 18º lugar (8.268 pontos)

Centro de treinamento: Luís Campos – Cidade Vozão

Endereço: Rua S, 354 – Conjunto Parque Dom Pedro – CEP 61880-000 – Itaitinga – CE

Telefone: (85) 3038 8080

Site: www.cearasc.com


Redes Sociais

Instagram: @cearasc

Twitter: @CearaSC

Facebook: fb.com/CearaSC

YouTube: VozãoTV

TikTok: @cearasc


BALANÇO DA TEMPORADA 2023

Jogos: 61

Vitórias: 27

Empates: 16

Derrotas: 18

Gols marcados: 88

Gols sofridos: 70

Aproveitamento: 53,1%

Artilheiro: Erick (18 gols)

Maior público: 59.838 (Ceará x Sport - Final da Copa do Nordeste)

Títulos: Campeão da Copa do Nordeste

Campanhas: Vice-campeão do Campeonato Cearense, segunda fase da Copa do Brasil, 11° colocado no Campeonato Brasileiro Série B


Hino

Teu passado é todo coberto de glórias

Dia a dia tu conquistas mais vitórias

Tua bandeira alvinegra desfraldada

Teu time em campo tem vitória assegurada.


Campeão da popularidade

Tua torcida hoje é toda a cidade

É um grande povo a te estimular

É o Vovô Ceará vai ganhar.


És o time das grandes campanhas

Sempre aqui ou lá fora tu ganhas

Com teus craques em campo a brilhar

Ceará, tua glória é lutar.


Autor: José Patápio da Costa Jatahy


Ouça o HINO OFICIAL DO CEARÁ SPORTING CLUB

Diretoria

João Paulo Silva

Presidente


Aniversário: 25/1

E-mail: comunicacao@cearasc.com

Perfil: é empresário, formado em Economia pela Universidade de Fortaleza (Unifor), foi diretor financeiro do clube de 2015 até 2023 e presidiu, durante o período, a Associação Brasileira de Executivos de Finanças (Abeff). Nascido na capital cearense, tem especializações na área financeira e de gestão. Por meio do Projeto Ceará 2000, ainda em 2012, já contribuía com o Ceará. No fim de 2015, foi integrado à diretoria executiva. Tem várias premiações nacionais pelo modelo de gestão financeira aplicado no Ceará Sporting Club (CSC), como de melhor diretor de finanças na Conferência de Futebol do Nordeste (Confut) e na Conferência Nacional de Futebol (Conafut), em 2021 e em 2022, respectivamente. Tornou-se presidente em 2023 para mandato até o fim de 2024, com opção de reeleição. Ocupa a vaga de um mandato que já estava em curso.


1° vice-presidente: Alexandre Frota

2° vice-presidente: Carlos Moraes


DIRETORIA - CONSELHO DELIBERATIVO

Presidente: José Barreto Filho

Presidente de Honra (in memoriam): José Eulino de Oliveira

1º vice-presidente: Herbet Gonçalves

2º vice-presidente: Márcio Forti

Secretário Geral: Castelo Camurça

Secretário Adjunto: Joathan Machado


DIRETORIA

Diretor de Futebol: Haroldo Martins

Diretor Administrativo: Guilherme Pequeno

Diretor Financeiro: Francisco Sampaio

Diretor de Comunicação, Marketing e Comercial: Pádua Sampaio

Diretor das Categorias de Base: Israel Portela

Diretor de Assuntos Jurídicos: Fred Bandeira


COORDENAÇÃO

Coordenação da Torcida Feminina: Inês Cabral

Coordenação Torcidas Organizadas: Alfredo Viana Filho

Coordenação do Centro Cultural: Thiago Eloi

Representante na Federação: Raimundo Pinheiro

Ouvidoria: Paulo Veras


EXECUTIVOS

Superintendente: Lisarb Monteiro

Gerente Comercial: Ricardo Costa

Gerente de Comunicação: Israel Simonton

Gerente dos Consulados: Francisco Belchior

Gerente de Futebol de Base: Alessandro Queiroz

Gerente Jurídico: Ranieri Barreto

Gerente de Marketing: João Costa

Gerente de Tecnologia e Inovação: Marcos Medina



Conquistas
Ceará ergue a taça de tricampeão da Copa do Nordeste em 2023. (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

REGIONAIS

Torneio Norte-Nordeste: 1 (1969)

Copa do Nordeste: 3 (2015, 2020 e 2023)


ESTADUAIS

Campeonato Cearense: 46 (1915, 1916, 1917, 1918, 1919, 1922, 1925, 1931, 1932, 1939, 1941, 1942, 1948, 1951, 1957, 1958, 1961, 1962, 1963, 1971, 1972, 1975, 1976, 1977, 1978, 1980, 1981, 1984, 1986, 1989, 1990, 1992, 1993, 1996, 1997, 1998, 1999, 2002, 2006, 2011, 2012, 2013, 2014, 2017, 2018 e 2024)


INTERESTADUAIS

Taça Asa Branca: 1 (2016)

História

O Ceará Sporting Club foi fundado em 1914 sob a denominação de Rio Branco Foot-Ball Club. A escolha do nome seria uma homenagem a José Maria da Silva Paranhos Júnior, o Barão do Rio Branco, segundo o historiador Airton de Farias no livro Assim se construiu o Campeão - Uma narrativa das conquistas do maior campeão cearense (volume I).


Em 1915, a equipe passou a ser conhecida como é atualmente. As cores iniciais do time eram lilás e branco, e o primeiro presidente do clube foi um comerciante da Praça do Ferreira, Gilberto Gurgel. Na década de 1910, o Ceará venceu os cinco campeonatos da época sob a chancela da Liga Metropolitana Cearense de Foot-Ball, os quatro primeiros de maneira invicta.


O Ceará Sporting Club considera como a maior façanha — até os dias de hoje — a conquista do pentacampeonato de 1915 a 1919, sob a égide da Liga Cearense Metropolitana de Futebol (LCMF), a primeira entidade gestora do desporto local. O primeiro tetracampeonato Cearense do Alvinegro de Porangabuçu foi nos anos de 1915 a 1918. O penta veio em 1919, de virada em cima do Fortaleza, por 2x1, nos minutos finais da partida. Humberto Ribeiro marcou para o Fortaleza, mas Walter Barroso fez os dois gols da histórica conquista do Vovô.


Em 1939, o Ceará enfrentou o maior jejum sem títulos: foram seis anos para sagrar-se campeão. No início dos anos 1960, a má fase chegou ao fim trazendo o tricampeonato em 1961, em 1962 e em 1963. Porém, depois do Tri, um novo período sem títulos começou: cinco anos. A compensação veio em 1969 com a conquista do Torneio Norte-Nordeste e o Cearense de 1971. O próximo tricampeonato veio nos anos de 1975, 1976 e 1977.


Em 1994, o Vozão teve mais um motivo de orgulho: a participação inédita de um time cearense em uma final da Copa do Brasil. E a única, até então. O Ceará eliminou equipes de alto escalão até chegar à final contra o Grêmio e, no agregado, foi derrotado por 1x0, consagrando-se vice-campeão.


Após dois anos, o Ceará volta a conquistar mais um tetracampeonato, sendo este o terceiro na história do time. O tetra veio no período de 1996 a 1999. Em 2002, o Vovô se sagra campeão cearense mais uma vez e, de quebra, impediu o tricampeonato do maior rival, Fortaleza. Dois anos depois, em 2004, o Tricolor se negou a disputar as finais marcadas pela Federação Cearense de Futebol (FCF) e o Ceará, anos depois, após decisão do STJD, ganhou o título daquele ano judicialmente.


Em 2006, o Ceará conseguiu impedir o que seria o primeiro tetracampeonato do Fortaleza. O quarto tricampeonato do Ceará veio nos anos de 2011, 2012 e 2013, seguido do quarto tetracampeonato: 1918, 1978, 1999 e 2014. Após dois anos sem levantar a taça estadual, o Vovô foi bicampeão nos anos 2017 e 2018.


Em 2017, o Ceará retornou à elite do futebol brasileiro, na qual permaneceu até 2022, ocasionando novos fatos históricos para o clube. O Alvinegro entrou em 2022 pelo 5º ano consecutivo na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro, estabelecendo um marco importante para o próprio clube e para o Estado.


Apesar de não ter conseguido a permanência na Série A em 2023, o Ceará foi destaque na Copa Sul-Americana. Com oito triunfos, o Alvinegro de Porangabuçu atingiu a marca de maior sequência de vitórias da história do torneio, superando o Colo-Colo, do Chile, com sete vitórias em 2006, e a Universidad de Chile, em 2011, com seis vitórias.


Em 2023, chegou à final do Campeonato Cearense, na qual disputou a taça com o Fortaleza, mas ficou com o vice. Em maio do respectivo ano, conquistou o tricampeonato da Copa do Nordeste e tornou-se o time com mais conquistas do Nordestão desde que a competição retornou, em 2013. Foram cinco finais e três títulos: 2015, 2020 e 2023. Na Série B do respectivo ano, o clube ficou em 11º lugar, sem acesso à elite.


Em 2024, conquistou o Campeonato Cearen se pela 46ª vez. O time superou o Fortaleza nos pênaltis, após empates por 0 a 0 na ida e 1 a 1 na volta, evitando um hexacampeonato do rival e igualando o total de conquistas estaduais. Dias depois, o Alvinegro caiu para o Sport nas quartas da Copa do Nordeste, em derrota por 2 a 1.


*Assim se construiu o Campeão - Uma narrativa das conquistas do maior campeão cearense (volume I), de Pedro Mapurunga Azevedo, 2014, editora Kickoff Ltda.

Escudos
Primeiro escudo Ceará Sporting Club

1914

O primeiro escudo oficial do Ceará Sporting Club, ainda com o nome de Rio Branco Foot-Ball Club, continha as cores lilás e branco, porém a equipe mudou as cores posteriormente por causa da dificuldade de obter uniformes nas cores lilás.


Segundo Escudo Ceará Sporting Club

1915-1954

Em 1915, o Rio Branco Foot-Ball Club mudou definitivamente de nome, passando a se chamar Ceará Sporting Club e adotando as cores preto e branco. O novo escudo continha a sigla CSC na faixa central, referindo-se ao nome do clube.

1946-1948

Dois escudos, ambos uniformes de goleiros na década de 1940. O primeiro data de 1946; O segundo, de 1948. Não são considerados oficiais, pois na época seus uniformes não eram padronizados em relação ao restante do time. Muitas vezes os uniformes sequer tinham os escudos costurados, com apenas o padrão de listras preto e branco ou uniforme branco por inteiro. Ou apenas o nome "Ceará" bordado em camisa branca (ou preta no caso dos goleiros).


Terceiro escudo ceará sporting club

1955-1969

A partir de 1955, o Ceará passou a utilizar o nome na faixa central, inspirado no escudo do Santos Futebol Clube, time de Pelé.


Quarto escudo ceará sporting club

1969

Em 1969, este escudo foi usado por alguns meses do ano e foram utilizados dois escudos no ano, o criado em 1955, que foi usado até 1969, e este.


Quinto escudo ceará sporting club

1970-2003

Em 1970, o escudo foi mais uma vez modificado: a bola foi trocada pelas listras e o nome Ceará voltou à faixa lateral.


Escudo Ceará Sporting Club

2003-Atual

O atual escudo do Ceará foi reestilizado pelo publicitário Orlando Mota. A parte superior traz cinco estrelas representando o pentacampeonato estadual (1915-1919). O ano da fundação também estampa o símbolo, que ganhou listras mais grossas.


Fonte: livro "Ceará, 100 anos de paixão".