Legislativo

Os mais influentes da Bancada Cearense no Congresso Nacional

Os mais influentes da Bancada Cearense no Congresso Nacional 2020-2021

Um dos conteúdos exclusivos do Anuário do Ceará é o tradicional ranking dos parlamentares mais influentes, tanto entre os vereadores, os deputados estaduais e os parlamentares, que compõem a bancada cearense no Congresso Nacional. Em Brasília, o levantamento é feito junto aos 22 deputados federais e os três senadores, que representam o Estado. 

O senador Tasso Jereissati (PSDB) ocupa, novamente, o primeiro lugar na pesquisa de influência 2020-2021, ao obter 11 votos, mesma quantidade de menções do levantamento anterior. Nas edições 2017-2018 e 2018-2019 do Anuário, o senador ficou na vice-liderança. Tasso está em seu segundo mandato como senador (2003-2011 e 2015-2023) e governou o Ceará por três gestões (1987-1990, 1995-1998 e 1999-2002).

O deputado federal Domingos Neto (PSD) manteve a segunda colocação, ao obter nove votos, três a mais comparado ao levantamento da edição passada. Domingos Neto é relator da Lei Orçamentária 2020 e líder da bancada federal do Ceará. 

Em terceiro lugar, está o senador Cid Gomes (PDT), com oito votos, três a menos em relação à pesquisa anterior. A queda de menções o retirou do topo do ranking, local que ocupou na edição 2019-2020, juntamente com o, também senador, Tasso. Cid Gomes está em seu primeiro mandato como senador (2015-2023), e governou o estado do Ceará, de 2007 a 2014.

Em seguida, na quarta colocação, está o deputado federal Capitão Wagner (Pros), que recebeu seis indicações dos colegas. Com cinco votos e ocupando a quinta posição, vem o deputado federal Mauro Filho (PDT), que estava licenciado na pesquisa passada. 

Com quatro votos, cada, estão empatados na sexta posição os parlamentares André Figueiredo (PDT), José Guimarães (PT), Roberto Pessoa (PSDB) e o senador Eduardo Girão (Pode). Na sétima posição, com três votos, cada, estão os deputados federais Dr. Jaziel (PL) e Vaidon Oliveira (Pros). 

Os deputados federais AJ Albuquerque (PP) e Júnior Mano (PL) ocupam juntos, com dois votos cada um, a oitava posição. No nono lugar do ranking, estão empatados os deputados federais Eduardo Bismarck (PDT) e Robério Monteiro (PDT), com uma indicação, cada. 

Na bancada cearense, dez dos 25 representantes locais não receberam nenhuma indicação dos colegas. Um deputado federal e um senador não quiseram participar da pesquisa e dois deputados federais optaram por fazer apenas duas indicações. 

A pesquisa de influência do Anuário do Ceará foi realizada entre os dias 20 de abril e 27 de maio de 2020. Cada um dos parlamentares cearenses no exercício do mandato é convidado a indicar até três colegas, não podendo votar nos licenciados, e nem no próprio nome. A votação é secreta.

 

Ranking de influência

RANKING PARLAMENTAR VOTOS
Tasso Jereissati (PSDB) 11
Domingos Neto (PSD) 9
Cid Gomes (PDT) 8
Capitão Wagner (Pros) 6
Mauro Filho (PDT) 5
André Figueiredo (PDT) 4
José Guimarães (PT) 4
Roberto Pessoa (PSDB) 4
Eduardo Girão (Pode) 4
Dr. Jaziel (PL) 3
Vaidon Oliveira (Pros) 3
AJ Albuquerque (PP) 2
Júnior Mano (PL) 2
Eduardo Bismarck (PDT) 1
Robério Monteiro (PDT) 1