Ceará

PNAD Covid19: 9,6% da população fizeram teste de Covid-19 até setembro

25/10/2020

O número de pessoas que fizeram algum teste de diagnóstico da Covid-19 chegou a 880 mil pessoas em setembro no Ceará, um aumento de 22,6% em relação a agosto. Isso equivale a 9,6% da população do Estado. Dessas, 260 mil testaram positivo, o que representa 2,8% do total da população do estado. Os dados são da edição mensal da PNAD Covid-19, divulgada pelo IBGE.

A pesquisa aborda três tipos de testes: o SWAB, exame em que o material é coletado com cotonete na boca e/ou nariz; o teste rápido com coleta de sangue por um furo no dedo; e o exame com sangue retirado na veia do braço. Das pessoas que fizeram o teste, 184 mil pessoas fizeram SWAB.

No Estado 386 mil pessoas apresentaram algum dos sintomas da síndrome gripal, quantitativo que vem reduzindo desde maio, quando o número era de 1,5 milhão de pessoas com sintomas.

O número de pessoas com diagnóstico médico de alguma comorbidade foi de 1,7 milhão, um percentual de 18,7%, sendo elas diabetes (5,4%), hipertensão (11,5%), asma/bronquite/enfisema/doença respiratória crônica ou outra doença do pulmão (3,3%), doença do coração (1,7%), depressão (2,2%), câncer (0,8%). Das pessoas com comorbidade, 74 mil pessoas testaram positivo em algum dos testes (4,3%).

Os itens básicos de limpeza estavam presentes em quase todos os domicílios: sabão e detergente (99,8%), álcool 70 (96,1%), água sanitária e desinfetante (98,9%), apenas as luvas descartáveis apresentaram baixa presença, em 27,9% dos domicílios.

Cresce o número de pessoas com atividades escolares disponíveis

Houve crescimento no número de pessoas que tiveram atividades escolares disponibilizadas, indo de 1,6 milhão de pessoas em agosto para 1,8 milhão em setembro, representando 90,2% das pessoas que frequentavam escola.

No Estado, 92,2% das crianças, adolescentes e jovens que frequentavam escola estavam com acesso as atividades escolares.No nível de ensino fundamental, 3% das pessoas não tiveram atividades escolares; no ensino médio, 5,1% e no ensino superior, 12,9%.

43,9% das pessoas ficou em casa e só saiu por necessidade, no Ceará

Entre os mais de 9 milhões de residentes do estado, 415 mil (4,5%) não fizeram qualquer medida de restrição em setembro; 3,1 milhões (34,3%) reduziram o contato mas continuaram saindo de casa; 4 milhões (43,9%) ficaram em casa e só saíram em caso de necessidades básicas; e 1,5 milhão (16,5%) ficaram rigorosamente isolados. Observou-se que na passagem de agosto para setembro houve queda no percentual dos que estavam em isolamento rigoroso ou só saindo por necessidade e crescimento nos que reduziram o contato mas continuaram saindo ou que deixaram de fazer restrição.

As mulheres registraram percentuais maiores que os verificados para os homens em medidas mais restritivas de isolamento, em relação aos grupos de idade a restrição ficou mais entre aqueles de até 13 anos (39,3%), enquanto no grupo de 60 ou mais de idade o percentual foi de 30,1%.

Cresce pedidos de empréstimo aprovados no Ceará

No Estado, 245 mil (8,7%) domicílios solicitaram empréstimo e conseguiu em setembro, 27 mil (1%) solicitaram e não conseguiram e mais de 2 milhões (90,4%) não fizeram a solicitação. Na passagem de agosto para setembro houve aumento no número de domicílios que solicitaram e conseguiram empréstimo de 1,3 p.p.

O percentual foi maior em pedidos ao banco (85,6%), seguido de pedidos a parente ou amigo (14,8%).