Benefício

Mais de 60 mil novas famílias em Fortaleza passarão a receber o Auxílio Brasil em janeiro

12/01/2022

Mais de 60 mil novas famílias em Fortaleza terão direito a receber o Auxílio Brasil a partir deste mês de janeiro, conforme os dados da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS). O benefício do Governo Federal substituiu o Bolsa Família em novembro de 2021 e deve incluir três milhões de novas famílias este mês em todo o País, de acordo com o Ministério da Cidadania.

De acordo com os critérios do Auxilio Brasil, a renda per capita foi alterada para famílias de extrema pobreza (com renda per capita até R$ 105) e famílias em situação de pobreza (com renda per capita de R$ 105,01 a R$ 210). Podem participar do Auxílio Brasil as famílias que possuem em sua composição familiar: gestantes, crianças e jovens entre 0 a 21 anos incompletos que estão matriculados na Educação Básica.

É necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal e tenha os dados cadastrais atualizados nos últimos dois anos. Caso a família atenda os critérios de renda e não esteja inscrita, deve procurar uma das unidades de Cadastro Único: Cras, Vapt Vupts, Centro de Inclusão Social (CITS) José Walter ou os Núcleos do Cadastro Único nas Regionais da Prefeitura.

Em Fortaleza, até janeiro de 2022, são 465.918 famílias inscritas no Cadastro Único. Dessas, 276.107 famílias recebem o Auxílio Brasil.

Mais informações

Para que a família possa verificar se o cadastro encontra-se atualizado, a fim de evitar o deslocamento desnecessário até o equipamento, é possível acessar o site Meu Cadastro Único. Também é possível receber informações pelo telefone 0800.726.0207 (Caixa), (85) 3488-9894 ou pelo WhatsApp (85) 9 8970-3939, informando o número do CPF e o Número de Identificação Social (NIS). É possível, ainda, acessar o aplicativo Auxílio Brasil.

Documentação necessária para se inscrever ou atualizar Cadastro Único:

– Responsável Familiar (RF)

CPF, título de eleitor, Carteira de Identidade (RG); Carteira de Trabalho ou último contracheque (obrigatório para quem trabalha de carteira assinada); comprovante de endereço atualizado.

– Crianças, adolescentes e jovens

Certidão de nascimento ou Carteira de identidade (RG); declaração escolar (para quem está frequentando escola de 4 a 21 anos incompletos).

– Demais membros adultos

Qualquer documento de validade nacional: Carteira de Identidade, certidão de nascimento ou casamento, CPF, título de eleitor; Carteira de Trabalho e último contracheque (obrigatório para quem trabalha de carteira assinada).