Representação Parlamentar

Os mais influentes da Bancada Cearense no Congresso Nacional

O levantamento dos mais influentes da bancada cearense em Brasilia reafirma o resultado da última pesquisa realizada pelo Anuário do Ceará. O deputado federal José Guimarães (PT) foi, novamente, o parlamentar mais indicado pelos colegas. Mesmo com três votos a menos que no ano passado, as oito citações fizeram com que o parlamentar mantivesse a primeira posição no ranking. Guimarães está no terceiro mandato como deputado federal, reeleito no pleito de 2014 como o terceiro mais votado no Ceará. É um dos principais e mais influentes nomes do partido no Estado.

A tendência desenhada em 2014 se repete nesta pesquisa, em que o senador Eunício Oliveira (PMDB) sustenta a segunda colocação com seis votos, dois a menos do que a edição passada. Ex-presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante do Senado, e ex-ministro das Comunicações no Governo Lula, tem ampla rede de relações nos altos escalões de Brasília. Em 2014, foi candidato ao governo do Ceará, em uma eleição acirrada, mas perdeu no segundo turno para Camilo Santana (PT).

No terceiro lugar, está o senador José Pimentel (PT), citado por quatro colegas do Congresso, dois a menos que na votação passada. Foi líder do governo entre 2011 e 2015, quando foi escolhido vice-presidente da CCJ. Ex-ministro da Previdência Social entre 2008 e 2010, é um dos cearenses de maior influência em Brasília. No PT, integra a tendência petista Articulação de Esquerda, a mesma do ex-presidente Lula.

Com igual quantidade de votos que Pimentel, Genecias Noronha (SD) divide a terceira colocação com o petista. Noronha está no seu segundo mandato como deputado federal. Foi filiado ao PMDB de 1995 até 2013, quando migrou para o Solidariedade. Foi o segundo deputado federal mais votado do Ceará e primeiro do PMDB em 2014.

Os deputados Arnon Bezerra (PTB), José Airton (PT), Cabo Sabino (PR), Moroni Torgan (DEM) e Vitor Valim (PMDB) receberam três votos cada, ocupando, juntos, o quarto lugar no ranqueamento. Arnon e Airton receberam as mesmas três indicações do ranking de 2015. Enquanto isso, o deputado Vitor Valim conquistou mais uma indicação, e Torgan, duas indicações a mais em relação ao ano passado.

Oito parlamentares receberam entre um e dois votos dos colegas. Dos 22 deputados e três senadores da bancada cearense em exercício, 19 foram escolhidos como mais influentes. Seis congressistas não foram sugeridos como atuantes. Luizianne Lins (PT) e Gorete Pereira (PR) são exemplos. As parlamentares, que receberam um voto cada na edição anterior, não foram indicadas na pesquisa atual.

O cenário político da conjuntura brasileira, que percorreu o momento da votação deste ranking, pode ter interferido na posição de parlamentares. Um parlamentar optou por votar apenas em um nome; e outro, em apenas dois. Três deputados não informaram os votos até o fechamento deste ranqueamento.

*O levantamento foi feito antes da aprovação do processo de impeachment.