cultura

Secult lança Edital dos Tesouros Vivos da Cultura 2017

10/08/2017
Crédito: Divulgação/Secult/Salvino Lobo.

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) lançou, na tarde da última quarta-feira, 9, no hall do Cineteatro São Luiz, o Edital dos Tesouros Vivos da Cultura 2017, para seleção e titulação de até 12 Mestres ou Mestras da Cultura, dois grupos e uma coletividade. A ação atende à meta do Plano Estadual de Cultura do Ceará, que prevê a ampliação do número de Mestres e Mestras de 60 para 80.

Para ter visualizar o edital na íntegra basta acessar o site da Secult.

Na ocasião, o secretário da Cultura do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba, anunciou a ampliação das vagas para seleção dos tesouros vivos da cultura, uma ação que faz parte da política cultural da Secult voltada ao patrimônio imaterial. Essa ação visa contribuir para o reconhecimento, a proteção e a valorização da diversidade dos conhecimentos, fazeres e expressões das culturas populares e tradicionais no Ceará e a transmissão de saberes e fazeres artísticos e culturais.

Estiveram presentes, também, o Mestre Zé Pio, Mestre Lucena, Palhaço Pimenta, Lourdinha Macedo (colaborou para a elaboração da Lei dos Tesouros Vivos). A Secretária Executiva da Cultura, Andréa Rocha; o Coordenador de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural da Secult, Alenio Alencar; o secretário de Cultura de Limoeiro, Renato Remigio e o diretor de Cultura e turismo de Missão Velha, Moreira Paz.

Atualmente, o Ceará conta com 57 mestres e mestras da Cultura, 9 grupos e 1 coletividade ativos, contemplados com Edital dos Tesouros Vivos. Com o Edital de 2017, passarão a ser 69 mestres diplomados, para que, até 2018, o Ceará chegue ao número estipulado de 80 Mestres da Cultura.

Serviço
As inscrições para o Edital são gratuitas e poderão ser realizadas através da entrega da documentação em envelope lacrado ao Setor de Protocolo da Secult, no período de 9 de agosto a 6 de setembro de 2017, no horário de 8 às 12 horas e das 13 horas às 16h30min; ou por meio de serviços de correspondência da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), na modalidade Sedex, com Aviso de Recebimento (AR), e postagem até o último dia de inscrição, aos cuidados da Coordenadoria de Patrimônio Histórico e Cultural (COPAHC), no endereço: Rua Major Facundo, nº 500, Edifício São Luiz, Centro, CEP: 60025-100, Fortaleza-Ceará; ou ainda entregues diretamente no setor de protocolo da Secult.