lançamento

Marcelo Peloggio e Marília Lovatel lançam livro Dýnamis, Diálogos sobre o infinito

11/06/2019

Livro duplo teve início com uma partilha entre poesia e aforismos pela Internet e término com poemas inspirados nas canções da banda inglesa Pink Floyd. Trata-se da obra Dýnamis, Diálogos sobre o infinito e Echoes, Meditações floydianas dos escritores Marcelo Peloggio e Marília Lovatel, que será lançado próximo dia 13 de junho, às 19 horas, na Livraria Cultura.

A parceria poética entre a escritora Marília Lovatel e o escritor e pesquisador Marcelo Peloggio começou em 2017 quando, pela Internet, iniciaram um diálogo mediado pela poesia. Marília escreve o primeiro poema. Marcelo responde com um aforismo. A partir daí, o diálogo tomou corpo. Corpo poético, cuja palavra nasce com o dom de querer decifrar a infinitude do tempo, do silêncio, dos gestos que rabiscam as linhas incertas e que povoam as ideias e dão vida aos pensamentos.  Assim, nasceu Dýnamis, Diálogos sobre o infinito, que contempla 44 poemas e  aforismos num encontro mágico entre a prosa e a poesia.

Segundo o  crítico e pesquisador mineiro Constantino Luz de Medeiros, que escreve  o prefácio de Dýnamis,  o encontro “inusitado” entre a prosa e a poesia  deu origem a uma espécie de  “colóquio vivo”.  “O desejo dos autores parece ser o de apreender o infinito em poesia e em prosa poética, em ritmo, sons e rimas”. Talvez por isso mesmo o escritor Ignácio de Loyola Brandão tenha se surpreendido com os manuscritos da obra: “Lia e relia, estranhando, voltava a ler e reler, via as palavras na tela, era filme. Não, é peça teatral. Lia e relia”, afirma ele na orelha de Dýnamis, Diálogos sobre o infinito.

Foi durante o silêncio após a composição de Dýnamis que nasceu outro projeto, desta vez unindo a palavra poética e a música. A paixão pela banda inglesa Pink Floyd funciona, então, como a trilha sonora que margeia os poemas e aforismos de Echoes, Metitações floydianas.  Num livro duplo que já nasce permeado pela crítica, Ulisses Infante, que escreve o prefácio de Echoes, defende uma sintonia lítero-musical entre o compasso das canções e o ritmo poético que ecoa do livro. Afirma Ulisses: “Marília recupera nos poemas a feição musical da lírica”, enquanto Marcelo convoca “à reflexão sobre o tema da canção de Pink Floyd”.

Tanto em Dýnamis quanto em Echoes é possível verificar o processo criativo a envolver os autores ao longo dos dois projetos literários. A experiência da dupla revela como eles lapidam as palavras compondo, aos poucos, um percurso poético que se complementa, seja por meio do puro som das palavras seja pela musicalidade das canções que dão origem aos poemas. Dýnamis e Echoes são, portanto, um único livro, embora duplo, que permite ao leitor escolher por qual das aventuras poéticas quer iniciar a leitura.

SERVIÇO
O QUÊ: Lançamento do livro Dýnamis, Diálogos sobre o infinito & Echoes, Meditações floydianas
QUANDO: 13 de junho, às 19 horas
ONDE: Livraria Cultura (Av. Dom Luís, 1010, Aldeota)