Infraestrutura

Cinturão Digital

O Cinturão Digital do Ceará (CDC), inaugurado no dia 3 de novembro de 2010, é uma malha viária de fibra óptica  que possui mais de 3.500 km de extensão. Com essa dimensão, torna-se a maior rede pública de banda larga do País, e liga a cidade de Fortaleza a quase 90% dos municípios no Interior do Estado.

O principal objetivo do CDC é possibilitar o acesso à internet, tanto dos órgãos públicos quanto da população aos serviços de internet, TV digital e telefonia celular, podendo ter acesso em praças, escolas, entre outros. A finalidade do Governo na criação do Cinturão Digital era de conter os custos do acesso à internet do Interior, tornando o CDC essencial para o progresso econômico do Estado.

O Programa Nacional de Banda Larga (PNBL), do Governo Federal, ampliará os recursos do CDC, por meio de convênio entre a Telecomunicações Brasileiras (Telebrás) e a Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice). Além disso, a Rede Nacional de Pesquisa (RNP) do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e  Comunicações (MCTIC) também irá utilizar o CDC para prover banda larga nos campi universitários no Interior do Ceará.

De acordo com informações da Etice, mais de três milhões de usuários são impactados pelo Cinturão Digital do Ceará, diretamente ou pela interposição de mais de 500 provedores. No primeiro capítulo do Anuário do Ceará, o Guia das Cidades, o leitor pode conferir quais municípios contam com a infraestrutura do Cinturão Digital.

 

 

Abra a imagem em uma nova guia para ampliar.