Ceará da Cultura

Bens tombados pela União

AQUIRAZ

MERCADO DA CARNE
O Mercado da Carne desperta admiração de quem o visita em virtude da técnica da construção, com destaque para o uso da carnaúba e do tijolo adobe. Erguido no século XIX, o local possui uma harmonia geométrica do teto que mostra o ar arrojado da construção. Na sua parte central, a carne era vendida ao público. Durante décadas, o Mercado da Carne foi o coração comercial da cidade, até que, em 1984, o prédio foi tombado. Junto à parte central, há outra construção em formato de L, na qual está um conjunto de lojas, que fi ca diretamente para a rua, e também está incluído no tombamento.
Endereço: Rua Santos Dumont, s/n – Centro – CEP: 61700-000 – Aquiraz – CE

ARACATI

CASA DE CÂMARA E CADEIA (CÂMARA MUNICIPAL)

IGREJA MATRIZ DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO
Por volta de 1714, no local do patrimônio já existia uma pequena capela. Em 1761, iniciou-se a construção do atual edifício, concluída apenas no século XIX. Na fachada, destacam-se as cinco portadas com ombreiras e arcos decorados. Do lado direito, há a torre sineira, encimada por pináculos. Do lado esquerdo, há uma cúpula acompanhada por pináculos em seu contorno.
Endereço: Rua Coronel Pompeu, 558 – Centro – CEP: 62800-000 – Aracati – CE

CONJUNTO ARQUITETÔNICO E PAISAGÍSTICO DE ARACATI

CAUCAIA

CASA DE CÂMARA E CADEIA (BIBLIOTECA MUNICIPAL)

FORTALEZA

COLEÇÃO ARQUEOLÓGICA DO MUSEU DA ESCOLA NORMAL JUSTINIANO DE SERPA (SOB A GUARDA DO MUSEU DO CEARÁ)

PASSEIO PÚBLICO
Um dos pontos históricos do Centro de Fortaleza, o Passeio Público era originalmente conhecido como o Campo da Pólvora. Foi cenário da morte dos integrantes do movimento separatista e republicano Confederação do Equador, que rendeu ao local o nome também de Praça dos Mártires. Ponto de encontro dos jovens no século XIX, a praça possuía uma pista de patinação e um espaço para quermesse. Palco de outros acontecimentos históricos, como reuniões abolicionistas, destaca-se por sua área ajardinada. No local, está situado ainda o busto de Delmiro Gouveia, considerado o precursor da industrialização no Nordeste. Recuperado para visitação em 2007, atualmente o Passeio Público é mantido pela Prefeitura e funciona como espaço de lazer, com restaurante e programação musical.
Endereço: Rua Dr. João Moreira, s/n – Centro – CEP: 60025-100 – Fortaleza – CE

ASSEMBLEIA PROVINCIAL (MUSEU DO CEARÁ)
Primeira instituição museológica oficial do Estado, o Museu Histórico do Ceará foi aberto oficialmente ao público em 1933. Após passar por reformas e ganhar novas peças para seu acervo, reabriu em 1955 com a denominação Museu Histórico e Antropológico do Ceará. Atualmente, a instituição se encontra no Palacete Senador Alencar, imóvel de significativo valor histórico com características arquitetônicas neoclássicas. Além de ter um dos maiores e mais importantes acervos do Estado, o museu promove oficinas, palestras, cursos, capacitação de professores e visitas orientadas, destacando-se como um núcleo de ações educativas em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC).
Endereço: Rua São Paulo, 51 – Centro – CEP: 60030-100 – Fortaleza – CE

CASA NATAL DE JOSÉ DE ALENCAR
A pequena casa, que foi por nove anos o lar do escritor cearense José de Alencar, autor de clássicos da literatura nacional, como Iracema e O Guarani, é hoje um dos pontos da cidade de Fortaleza onde se respira cultura e história. O Sítio Alagadiço Novo, que abriga a casa, foi adquirido pelo seu pai, o padre José Martiniano de Alencar, em 1825. Toda a propriedade é, atualmente, mantida pela UFC e, por lá, os visitantes conhecem um pouco mais sobre a história do escritor e as suas obras. A UFC também abriu para visitação pública o edifício-sede, que passa a abrigar o acervo museológico, artístico, antropológico, arqueológico, histórico e literário.
Endereço: Av. Washington Soares, 6055 – Messejana – CEP: 60830-640 – Fortaleza – CE

THEATRO JOSÉ DE ALENCAR
Iniciada em 1910, a construção do Theatro José de Alencar foi uma decisão mais política que cultural. Os espetáculos eram realizados em outros lugares, mas a existência de um teatro monumental era indício de urbanidade e civilidade. Hoje, mais de um século depois, o projeto do engenheiro militar Bernardo José de Melo é referência artística e turística nacional. O prédio tem duas fachadas, e a estrutura metálica, novidade na época, foi importada da Escócia. Tombado pela União no ano de 1964, o conjunto passou por uma grande reforma em 1990 para instalar ar refrigerado, retirar duas colunas para aumentar a visibilidade da plateia, fazer o isolamento contra ruídos externos e incorporar um anexo, onde funciona a Biblioteca Carlos Câmara e são realizados cursos e ensaios. O Theatro José de Alencar tem capacidade para 800 pessoas e ocupa uma área construída de 3.800 m².
Endereço: Rua Liberato Barroso, 525 – Centro – CEP: 60030-160 – Fortaleza – CE

FORTALEZA DE NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO
Em 1603, colonizadores portugueses ergueram o Forte de São Tiago onde hoje é a Barra do Ceará. Depois de ataques de índios e da primeira grande seca registrada no Estado (1605-1606), a fortaleza foi abandonada. Em 1649, holandeses ergueram o forte Schoonenborch, nome que homenageava o governador holandês em Pernambuco. Em 1654, o forte foi tomado pelos portugueses e recebeu o nome de Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção. Em volta dele, nascia a vila de Fortaleza. O forte foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em julho de 2008 e é ocupado pelo Quartel da 10ª Região Militar.
Endereço: Av. Alberto Nepomuceno, s/n – Centro – CEP: 60055-000 – Fortaleza – CE

SOLAR CARVALHO MOTA (ANTIGO MUSEU DAS SECAS E ATUAL ARQUIVO DO DNOCS)
O edifício foi construído em 1907 e reformado entre 1934 e 1935, quando passou a abrigar a sede da antiga Inspectoria Federal de Obras Contra as Secas. Trata-se de um exemplar da arquitetura adotada no início do século XX, englobando elementos de diferentes estilos. O imóvel possui dois andares, janelas e portas em arco abatido. A fachada principal e a parte superior são decoradas por uma balaustrada encimada por pináculos. As janelas superiores da fachada principal apresentam formato em arco. Todas as janelas do edifício possuem vedação em veneziana, e as do segundo pavimento possuem balcão formado por gradil em ferro, entre outros elementos. Conforme o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), a principal finalidade atual do edifício é guardar documentos do órgão. Em todo o espaço do palacete, resquícios do antigo museu só podem ser encontrados em uma das salas do primeiro andar.
Endereço: Rua Pedro Pereira, 683 (esquina com a rua General Sampaio) – Centro – CEP: 60035-000 – Fortaleza – CE

ICÓ

CASA DE CÂMARA E CADEIA (BIBLIOTECA MUNICIPAL)
Construída entre o final do século XVIII e o início do século XIX, ficou marcada na história quando ocorreu a Confederação do Equador no Ceará, durante o ano de 1824. O local serviu como sede para o governo legalista e foi palco de julgamentos, prisões e fuzilamentos de alguns dos revolucionários republicanos. Lá, Bárbara de Alencar e seu filho Tristão Gonçalves ficaram presos por três dias, antes de seguirem para Fortaleza. O prédio é construído com paredes de 1,5 m de espessura e sediou a cadeia pública icoense, até o início dos anos 2000. No local, além da cadeia, funcionou o Governo do Ceará e o Judiciário. Foi tombada em 1975.
Endereço: Rua Dr. Inácio Dias, s/n – Largo do Thebérge – CEP: 63430-000 – Icó – CE

CONJUNTO ARQUITETÔNICO E URBANÍSTICO DE ICÓ

IGUATU

FACHADAS DA IGREJA MATRIZ DE SANT’ANA

ITAREMA

IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DE ALMOFALA

QUIXADÁ

BARRAGEM DO AÇUDE CEDRO
O mais antigo açude do Brasil começou a ser construído em 1873, por determinação de D. Pedro II, para amenizar a falta d’água nas secas periódicas. Sua inauguração só se deu em 1906, no governo de Afonso Pena. A edificação contou com a mão de obra escrava e de flagelados da seca. O açude dá origem a uma rede de canais de irrigação, a primeira do Ceará. Em 2015, foi incluído pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) na Lista Indicativa do Patrimônio Mundial.

CONJUNTO DE SERROTES DE QUIXADÁ

QUIXERAMOBIM

CASA DE CÂMARA E CADEIA (CÂMARA MUNICIPAL)

SOBRAL

CONJUNTO ARQUITETÔNICO E PAISAGÍSTICO DE SOBRAL
O município reúne vários tipos de arquitetura produzidos em diferentes épocas. As construções datam dos séculos XVIII – durante o Ciclo do Gado —, XIX — nos ciclos Comercial e do Algodão — e XX — na época do Ciclo Industrial. A característica fundamental é o ecletismo dos estilos art nouveau e art déco. O conjunto abrange o Arco de Nossa Senhora de Fátima, a Praça São João, parte da avenida Dom José e do Beco do Cotovelo até a Igreja do Rosário, o mais antigo templo da cidade, construído em 1777.

VIÇOSA DO CEARÁ

 

 

IGREJA MATRIZ DE NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO
É uma das igrejas mais antigas do Ceará e foi construída por jesuítas e índios no século XVIII. Sua estrutura central — em sua maioria preservada — possui piso do altar-mor de madeira da época da sua edificação. O mobiliário e os objetos usados nas celebrações religiosas mantêm suas características originais, assim como os santos esculpidos em madeira que datam do mesmo período. Na frente da igreja, ainda é mantida a praça onde os missionários da Companhia de Jesus davam aulas aos índios.
Endereço: Praça Clóvis Beviláqua, 589 – Centro – CEP: 62300-000 – Viçosa do Ceará – CE

CONJUNTO HISTÓRICO E ARQUITETÔNICO DE VIÇOSA DO CEARÁ

BENS REGISTRADOS PELA UNIÃO

FESTA DO PAU DA BANDEIRA DE SANTO ANTÔNIO EM BARBALHA (LIVRO DAS CELEBRAÇÕES)

RODA DE CAPOEIRA (LIVRO DAS FORMAS DE EXPRESSÃO)

OFÍCIO DOS MESTRES DE CAPOEIRA (LIVRO DOS SABERES)

TEATRO DE BONECOS POPULAR DO NORDESTE (LIVRO DAS FORMAS DE EXPRESSÃO)