Anuário Datafolha Top of Mind

Anuário Datafolha Top of Mind 2016

Aguardente

Pesquisa publicada no Anuário do Ceará 2016-2017

Segmento Aguardente

aguardente-total

Líder isolada da categoria desde a primeira edição da pesquisa, Ypióca atinge, no atual levantamento, seu melhor resultado. A taxa dos que citaram a marca oscilou de 68,4% para 72,9%. Distantes da líder, ainda foram citadas Colonial (4,1%), Sapupara (2,6%), 51 (1,3%), Pitú (1,3%) e outras, que obtiveram índices inferiores a 1%. A taxa dos que não souberam responder passou de 12,8% no ano passado para 14,9% na edição deste ano.Cachaça é a segunda bebida alcoólica mais consumida do Brasil, perdendo, apenas, para a cerveja. Segundo a Nielsen Company, a categoria de cachaça é dona de 50% do market share do mercado de destilados do Brasil.

Ypióca é uma aguardente de cana produzida no Ceará desde 1846, quando foi fundada pela família Telles, em Maranguape. A sede da empresa tem endereço na Capital cearense, mas, em 2012, a britânica Diageo comprou a marca Ypióca por R$ 900 milhões. Alessandra Liberman, gerente de marketing de cachaça da Diageo, ressalta que a marca centenária se tornou um símbolo do Ceará. “Sua tradição, sua qualidade e seu cuidado na produção a tornou sinônimo de cachaça.”

A segunda colocada, Colonial, tem atuação no mercado há nove décadas. A história remete a 1923, quando Tibúrcio Targino implantou novos métodos de plantio da cana e produção de aguardente no Ceará. A marca passou por diversas transformações. Hoje, são 13 produtos comercializados pela empresa, como as cachaças clássica, export, coleguinha uva, burrim, coco e Guaramiranga. A logística da Colonial é formada pela força de vendas integrada, o que garante a expedição do produto aos mercados nacional e internacional.